Cotações – Flores e Folhagens – 19 a 25 de abril 2021

Cotações – Flores e Folhagens – 19 a 25 de abril 2021

Alstroeméria – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, as cotações não se alteraram. A oferta foi suficiente para a procura média. Boa qualidade. Algumas dificuldades de escoamento.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi ligeiramente baixa e a procura fraca. Cotações estáveis.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e equilibrou a procura. Cotações estáveis.

Arália – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e a procura média/baixa. Cotações estáveis.

Cravo/Cravina – Na Região Norte, na área de mercado de produção Entre Douro e Minho, as cotações não se alteraram. A oferta foi média e a procura ligeiramente inferior. Escoamento com algumas dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi fraca porque ultimamente não foram feitas plantações novas e as plantações existentes estiveram e estão a ser semi-cuidadas (menor qualidade) e outras abandonadas. Descida da cotação máxima e da mais frequente do cravo “Tipo Americano e Tipo Spray”.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península Setúbal, a oferta foi baixa e a procura média. Descida das cotações.

Crisântemo – Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta do crisântemo “Tipo Spray” foi baixa e a procura fraca. Subida da cotação mínima e da mais frequente.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média/alta e a procura baixa. Descida da cotação máxima.

Espargo – Na Região Norte, na área de mercado de produção Entre Douro e Minho, a oferta foi suficiente para a procura média. Cotações estáveis.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta e a procura apresentaram-se médias. Cotações estáveis.

Estrelícia – Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi escassa e a procura fraca. Cotações estáveis. Aproxima-se o fim da campanha.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média/baixa e a procura baixa. Cotações estáveis.

Eucaliptos – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e equilibrou a procura.

Cotações estáveis.

Feto – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura também. Descida da cotação mínima e da mais frequente do feto grande.

Gerbera – Na Região Norte, na área de mercado de produção Entre Douro e Minho, as cotações não se alteraram. Oferta e procura médias.. Boa qualidade. Escoamento com algumas dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi média e a procura inferior. A produção tem aumentado devido às temperaturas amenas. Descida das cotações da gerbera, categoria I e II.

Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, as cotações mantiveram-se estáveis. A oferta foi média e a procura baixa.

Gipsofila – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e a procura baixa. Descida das cotações

Gladíolo – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, as cotações não se alteraram. A oferta foi média e de boa qualidade.

Procura média/baixa. Algumas dificuldades de escoamento.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta e a procura ainda foram fracas. Cotações estáveis.

Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta aumentou para média e a procura continuou baixa.

Cotações sem alterações.

Girassol – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura média/baixa. Cotações estáveis.

Íris – Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura média. Cotações estáveis.

Lilium – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta foi média e a procura ligeiramente inferior. Cotações estáveis. Boa qualidade e escoamento com algumas dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi fraca, inferior a um ano normal nesta época. Como se estragou muita flor no início da pandemia, os produtores reduziram as áreas de plantação . Procura baixa. Subida das cotações do lilium grande e descida das cotações para o lilium médio.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa porque o produtor não investiu nesta flor.

Procura baixa. As cotações não se aliteraram.

Matiola – Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta e a procura foram médias. Cotações sem alterações.

Rosa – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, as cotações não se alteraram. A oferta foi média e de boa qualidade, procura média e escoamento com algumas dificuldades. Concorrência de produto importado do Equador e Holanda.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi média/baixa e a procura fraca. Descida das cotações da rosa<40 cm e da cotação mínima da rosa 40-60 cm. Subida da cotação mínima da rosa >60 cm.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura também. Cotações estáveis.

Ruscus – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta e a procura foram médias. Cotações estáveis.

Statice – Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi baixa assim como a procura. Descida das cotações.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa assim como a procura. Descida da cotação máxima.

→ Aceda aqui às cotações ←

Comente este artigo
Anterior A mosca da fruta oriental – Bactrocera dorsalis
Próximo A Comissão Europeia lança uma Iniciativa no domínio da agricultura de carbono para contribuir para a luta contra as alterações climáticas

Artigos relacionados

Vídeos

Faça Chuva Faça Sol – T.3 Ep.46

A produção de vinho em Bucelas tem já uma longa tradição. É nestas terras que nasceu a Biogrape que produz vinho biológico, comercializado sob a marca (À Parte). O que caracteriza uma vinha biológica? Que diferenças imprime na […]

Eventos

Associação Portuguesa de Nutrição arranca com ciclo de webinares sobre frutas e hortícolas – 26 de abril

No âmbito do Ano Internacional de Frutas e Hortícolas, a Associação Portuguesa de Nutrição organizou um Ciclo de Webinares sobre Frutas e Hortícolas: da Produção ao Consumo […]

Nacional

Governo quer uma reforma da PAC mais sustentável para o ambiente e economia

Dar resposta às alterações climáticas e criar práticas sustentáveis são alguns dos desafios para a reforma da Política Agrícola Comum, apontados pela ministra da Agricultura. […]