Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 16 a 22 Setembro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

As cotações médias nacionais dos novilhos e novilhas de 12 a 24 meses, de raça Turina e cruzado de Charolês, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Na região do Entre Douro e Minho a oferta e a procura de bovinos foram médias e equilibradas. Mantém-se a entrada de carne oriunda do mercado externo, principalmente de Espanha. Estabilidade de cotações nas duas áreas de mercado desta região, Entre Douro e Minho e Ribadouro.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta foi relativamente fraca e a procura fraca nas três áreas de mercado, Aveiro, Coimbra e Viseu, tendo a procura e o consumo baixado em relação à semana anterior.

No que se refere às cotações, na área de mercado de Aveiro os novilhos de 12 a 24 meses cruzado de Charolês registou uma descida de 5 cêntimos/Kg na cotação máxima e mais frequente, nas restantes categorias e áreas de mercado, verificou-se estabilidade nas cotações.

Beira Interior

Na Beira Interior a oferta de bovinos foi relativamente abundante na área de mercado de Castelo Branco e Guarda; a procura foi média em ambas as áreas de mercado. As cotações mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Ribatejo e Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de bovinos foi média e a procura relativamente fraca. Estabilidade de cotações em todas as categorias de animais.

Alentejo

No Alentejo a oferta e a procura de bovinos foi média nas áreas de mercado de Alentejo Litoral, Estremoz, Beja e Elvas. Com excepção de Évora, em que foi abundante a oferta e a procura relativamente abundante e na área de mercado do Alentejo Norte a oferta foi média e a procura foi relativamente animada.

Na área de mercado de Évora a vitela de 6 a 8 meses cruzado de Charolês desceu 9 cêntimos/Kg na cotação mínima e 5 cêntimos/Kg na cotação mais frequente, o vitelão fêmea de 8 a 12 meses cruzado de Charolês subiu 10 EUR/UNID. na cotação máxima e o vitelo de 6 a 8 meses cruzado de Charolês desceu 10 cêntimos/Kg na cotação minima e subiu 3 cêntimos/Kg na cotação máxima. Nas restantes categorias e áreas de mercado, verificou-se estabilidade das cotações em relação à semana anterior.

A tendência da Bolsa do Bovino foi de manutenção de cotações em todas as categorias.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Comente este artigo
Anterior Dias de campo Terrapro demonstram vantagens da agricultura de precisão
Próximo Dias de Campo TERRAPRO demonstram vantagens da Agricultura de Precisão

Artigos relacionados

Dossiers

Portaria regulamenta medidas excecionais para programas operacionais no setor das frutas e hortícolas

Foi publicada em Diário da República a Portaria n.º 88-E/2020, de 6 de abril, que estabelece medidas excecionais e temporárias no âmbito da pandemia […]

Notícias cadeia alimentar

Mercadona retoma plano de expansão e abre em Aveiro no dia 16 de junho

A Mercadona dá continuidade ao seu projeto de expansão em Portugal e reforça a presença no distrito de Aveiro, com a abertura de uma nova […]