Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 14 a 20 Janeiro 2019

[Fonte: Agricultura e Mar - Cotações]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

As cotações médias nacionais dos novilhos e novilhas de 12-18 meses, de raça Turina e cruzado de Charolês, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Na região do Entre Douro e Minho a oferta e a procura de bovinos foram médias e equilibradas. Nas duas áreas de mercado desta região, Entre Douro e Minho e Ribadouro, as cotações pautaram-se pela estabilidade em relação à semana anterior.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta de bovinos foi fraca e a procura foi ligeiramente fraca em todas as áreas de mercado de Viseu, Coimbra e Aveiro.

Verificou-se na área de mercado de Coimbra uma descida de 50 EUR / UNID. na cotação min. e descida de 25 EUR / UNID. na cotação mais freq. nos vitelos de 3 a 6 meses cruzado de Charolês.

Nas restantes categorias e áreas de mercados foi verificada uma estabilidade generalizada das cotações em relação à semana anterior.

Beira Interior

Na Beira Interior a oferta de bovinos foi abundante na área de mercado de Castelo Branco e média na Guarda; a procura foi média na área de mercado de Castelo Branco e fraca na área de mercado da Guarda. As cotações mantiveram-se estáveis em ambas as áreas de mercado.

Ribatejo e Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de bovinos foram médias. As cotações mantiveram-se estáveis.

Alentejo

No Alentejo a oferta e a procura de bovinos foram médias nas áreas de mercado de Évora, Elvas, Beja, Estremoz e Alentejo Litoral.

Na área de mercado do Alentejo Norte a oferta foi média e a procura animada. Verificou-se uma ligeira subida na cotação minima, máxima e mais freq. na área de mercado de Beja, nos vitelos de 6 a 8 meses cruzados de Charolês de 10 cêntimos / Kg.

Na área de mercado de Évora nos novilhos/as de 12 a 18 meses cruzado de Charolês a cotação máx. subiu 8 cêntimos / Kg, na vaca de abate cruzado de Charolês a cotação máx. desceu 20 cêntimos / Kg e a cotação mais frequente desceu 50 cêntimos / Kg e por ultimo na mesma área de mercado, as vacas de refugo cruzado de Charolês na cotação mais frequente desceu 10 cêntimos / Kg.

Verificando-se no entanto manutenção das cotações nas restantes categorias e áreas de mercado.

A tendência da Bolsa do Bovino foi de manutenção de cotações em todas as categorias.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 14 a 20 Janeiro 2019 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Anterior Xylella fastidiosa. Plano de contigência foi acionado
Próximo Oferta de Emprego - Técnico comercial (equipamentos florestais)

Artigos relacionados

Notícias PAC pós 2020

La sequía recortará ayudas a la PAC: Rechazan el adelanto de la recolección en las cosechas del pago verde

[Fonte: Agroinformacion – PAC]

UPA Castilla y León ha considerado incomprensible que la Junta de Castilla y León no permita a los agricultores titulares de contratos agroambientales de agroecosistemas de extensivo de secano adelantar la fecha de la recolección antes del 10 de julio. […]

Notícias PAC pós 2020

Juntos por los Bosques denuncia la marginación de los espacios forestales en la PAC

[Fonte: Agropopular – UE]

Juntos por los Bosques (JXB) ha denunciado la marginación a la que está […]

Notícias inovação

Consórcio da fileira do arroz premiado na 4ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agricola

O consórcio da fileira do arroz, constituído pelo COTArroz, INIAV, Benagro e Aparroz, acaba de ganhar o Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agricola e INOVISA –  […]