Cotações – Bovinos – 7 a 13 de junho 2021

Cotações – Bovinos – 7 a 13 de junho 2021

Relativamente às cotações de novilhos e de novilhas, 12 a 24 meses, só, a cotação mais frequente de novilho, cruzado de Charolês, diminuiu, 0,01 €/kg Peso Carcaça.

Na região Trás-os-Montes, nas áreas de mercado Terra Fria e Alto Tâmega a oferta foi média/alta e a procura média/baixa.

Dificuldade no escoamento de bovinos devido ao baixo consumo.

Continuou a não se verificar qualquer influência de trocas comerciais com outros países.

Manutenção de cotações nas duas áreas de mercado.

Na região Entre Douro e Minho, nas áreas de mercado Entre Douro e Minho Regional, Entre Douro e Minho e Ribadouro a oferta e a procura foram médias e sem grande dificuldade de escoamento.

Continuou a existir concorrência de produto importado, sobretudo, de Espanha a preços inferiores. As vacas de abate refugo continuaram a ser exportadas para Espanha.

As cotações não se alteraram na região.

Na região Beira Litoral, nas áreas de mercado Beira Litoral Regional, Aveiro e Coimbra, a oferta foi baixa, e a procura foi média/baixa.

A situação de mercado continuou idêntica à da semana anterior. A procura de animais de abate foi normal para a época. A oferta regional foi insuficiente para satisfazer a procura. Os operadores deslocaram-se a outras regiões para se abastecerem. A dimensão da propriedade na Beira Litoral é diminuta e não havia espaço para fazer engordas grandes. A procura de animais de criar foi fraca.

Nas áreas de mercado, Beira Litoral Regional e Coimbra, a cotação máxima de novilha, 12 a 24 meses, cruzada Charolês, diminuiu 0,10 €/kg Peso Carcaça.

Exceto as referidas, houve manutenção de cotações de todos os produtos, nas três áreas de mercado.

Na região Beira Interior, nas áreas de mercado Beira Interior Regional, Castelo Branco e Guarda, a oferta e a procura foram médias.

Os produtores continuaram a vender, para os restaurantes, em maior quantidade, devido ao levantamento de restrições relativas ao consumo na restauração.

Na área de mercado Castelo Branco, os produtores que tinham contrato com as Grandes Superfícies continuaram a entregar as peças contratualizadas.

Na área de mercado Guarda, as compras e importação, de Espanha continuaram a ter uma forte influência na cotação de bovinos na Região.

Manutenção de cotações dos diferentes produtos de origem bovina em todas as áreas de mercado.

Na região Ribatejo e Oeste, na área de mercado Ribatejo, a oferta e a procura, foram médias e continuaram equilibradas.

Houve manutenção de cotações, em toda a região.

Na região Alentejo, nas áreas de mercado Alentejo Norte, Alentejo Litoral, Beja e Elvas a oferta foi média e a procura foi média/baixa. Na área de mercado Estremoz a oferta foi média/alta e a procura foi média. Na área de mercado Évora a oferta foi média/alta e a procura média/baixa.

Na área de mercado Évora a cotação máxima de novilho e de novilha, 12 a 24 meses, cruzados Charolês, diminuiu 0,01 €/kg Peso Carcaça, mas só a cotação mais frequente de novilho diminuiu 0,04 €/kg Peso Carcaça.

Na área de mercado Beja, as cotações, máxima e mais frequente, de vitela e de vitelo, 6 a 8 meses, cruzados Charolês, diminuíram 0,20 e 0,10 €/kg Peso Vivo, respetivamente, sendo que, a cotação mínima desse vitelo, também, diminuiu 0,10 €/kg Peso Vivo.

Na área de mercado Estremoz a cotação máxima de vitela e de vitelo, 6 a 8 meses, cruzado Charolês, diminuiu 0,05 €/kg Peso Vivo, tendo a cotação mais frequente de vitelo diminuído o mesmo valor.

Na área de mercado, Alentejo Regional, as cotações, máxima e mais frequente, de vitelo 6 a 8 meses, cruzado Charolês, diminuíram, 0,10 e 0,05 €/kg Peso Vivo, respetivamente.

Na área de mercado, Évora, as cotações, mínima e mais frequente, de vitelo 6 a 8 meses, cruzado Charolês, diminuíram 0,05 €/kg Peso Vivo.

Exceto as referidas, houve manutenção de cotações de todos os produtos, em todas as áreas de mercado.

→ Aceda aqui às cotações ←

Comente este artigo
Anterior Cotações – Ovinos e Caprinos – 7 a 13 de junho 2021
Próximo OGM | Bélgica aprova choupos GM para testes de campo

Artigos relacionados

Blogs

Dados sobre incêndios em 2021 são preocupantes

De acordo com os dados noticiados em comunicado do Ministério da Administração Interna (MAI), atualizados ao dia de hoje pelo Instituto de Conservação da Natureza e das […]

Últimas

INE prevê aumentos de produtividade de 65% na amêndoa e de 30% na maçã

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 31 de Agosto, apontam para fortes aumentos de produtividade na maçã […]

Últimas

Proteção Ambiental deteta corte de sobreiros sem autorização em Torres Vedras

O Comando Territorial de Lisboa verificou no decorrer de diligências policiais que foram cortados sem autorização sobreiros adultos em Torres Vedras na quarta-feira, uma infração […]