Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 15 a 21 Julho 2019

[Fonte: Agricultura e Mar - Cotações]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Aves

As cotações médias nacionais do frango, vivo (de 1,8 Kg) e abatido (65% – de 1100 a 1300 g) e do peru, vivo (de 14 a 15 Kg) e abatido (80% – de 5,7 a 9,8 Kg), mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Na região Centro a oferta de frango foi abundante e a procura animada na área de mercado de Dão-Lafões; no Litoral Centro a oferta foi muito abundante e a procura muito animada, tendo ambas aumentado em relação à semana passada.

A procura e o consumo de frango, nomeadamente no caso do frango para churrasco, estão muito animados. A relação oferta-procura encontra-se equilibrada.

Litoral Centro

No Litoral Centro não sobra frango para exportação. Verificaram-se alguns acréscimos ao nível das cotações mín. do frango abatido de todas as classes de peso, nas duas áreas, +4 a +9 cêntimos / Kg. Novo decréscimo do frango do campo em Dão-Lafões (-5 cêntimos / Kg). Ligeira diminuição da cotação mín. das galinhas vivas pesadas em Dão-Lafões, -3 cêntimos / Kg.

Ribatejo e Oeste

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta foi média e a procura relativamente animada. Estabilidade de cotações, quer do frango, quer do peru – vivos e abatidos – quer das galinhas vivas – pesadas e semi-pesadas.

Ovos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos ovos classificados e embalados em ovotermo das classes de peso M e L sofreram um ligeiro decréscimo em relação à semana anterior, -2 cêntimos / dúzia; estabilidade do ovo a peso (60 a 68 g).

Na região Centro a oferta de ovo foi abundante e a procura animada nas duas áreas de mercado, Dão-Lafões e Litoral Centro.

A oferta e a procura continuam a registar uma ligeira melhoria, encontrando-se a relação oferta-procura equilibrada, no entanto verifica-se algum excedente de ovo da classe de peso S.

As cotações dos ovos, quer a peso, quer classificados – em cartão e ovotermo – de todas as classes de peso, continuaram a manter-se estáveis em relação à semana anterior nas duas áreas analisadas.

Ribatejo e Oeste

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta e a procura de ovo foram médias. Redução das cotações máx. e +freq. dos ovos classificados, em cartão e ovotermo, -5 cêntimos / dúzia para as classes de peso S, M e L e -17 cêntimos / dúzia para a classe XL.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 15 a 21 Julho 2019 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Anterior Agricultura, solo e sustentabilidade em foco na Faculdade de Ciências
Próximo Cooperativa do Cadaval investe seis milhões de euros em central fruteira

Artigos relacionados

Notícias PAC pós 2020

Asturias, Cantabria, Galicia y País Vasco defenderán una postura unitaria ante la reforma de la PAC

[Fonte: Agropopular – UE]
Jaime Torre González desde Serdio, en Cantabria.
Asturias, Cantabria, Galicia y País Vasco defenderán una postura unitaria ante la reforma de la Política Agrícola Común (PAC) y, de esta forma, proteger las peculiaridades de sus territorios, […]

Comunicados

Live Lab Academia e Floresta a 12 de Novembro na Gulbenkian

[Fonte: Celpa]
30 Outubro, 2018

No dia 12 de Novembro de 2018 a CELPA – Associação da Indústria Papeleira organizará o Live Lab Academia e Floresta, que contará com a presença de Abílio Pereira Pacheco (Universidade do Porto), António Bento Gonçalves (Universidade do Minho), […]

Notícias PAC pós 2020

El FEGA actualiza la foto fija en el visor del SIGPAC para solicitar las ayudas directas

[Fonte: Agropopular – UE]

El Fondo Español de Garantía Agraria (FEGA) ha actualizado la foto fija (caché) de la campaña 2019 en el visor del SIGPAC, el sistema de identificación gráfico de parcelas agrarias que los productores deben tener en cuenta para solicitar las ayudas directas de la Política Agrícola Común (PAC). […]