Consumo de leguminosas em rota de crescimento

Consumo de leguminosas em rota de crescimento

O consumo de leguminosas, raízes e tubérculos deverá crescer 1,9%, por ano, em todo o mundo até 2028. Os dados são da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que prevê, ainda, um aumento no consumo global de carne.

De acordo com o estudo, as lentilhas, as favas e os feijões serão, daqui a uma década, os principais alimentos básicos. Por outro lado, crescerá também o consumo de cereais, em cerca de 1,2% por ano, enquanto o consumo de produtos de origem animal (carnes e laticínios) deverá aumentar 1,7% por ano e o de açúcar e óleos vegetais 1,8% por ano.
Esta evolução será, contudo, diferente por região: na Ásia, onde o rendimento per capita deverá crescer até 2028, é esperado que o consumo de carne aumente 5 kg por pessoa por ano e no Paquistão, deverá registar-se um crescimento no consumo de laticínios de cerca de 42 kg por pessoa, até 2028, esperando-se que seja o mais alto do mundo.

As perspetivas agrícolas revelam, ainda, que até 2028, a produção pecuária aumente, assim como a aquacultura, que daqui a 10 anos representará 55% da produção de peixe.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Açores propõe criação de ajuda de 24 euros por colmeia no âmbito do POSEI
Próximo Agricultura ocupa 40% da superfície terrestre

Artigos relacionados

Nacional

Adeus, canetas de plástico. Olá, esferográficas feitas de videiras

[Fonte: Publico]Projecto Da_Vide quer aumentar o uso de esferográficas biodegradáveis desenvolvidas a partir de resíduos de videiras do Douro. […]

Nacional

Madeira: CDS-PP promete “combate sem tréguas” na defesa da agricultura e dos produtos regionais

[Fonte: O Jornal Económico]

O líder do CDS-PP Madeira, Rui Barreto, afirmou que os centristas são o parceiro seguro para os agricultores, […]