Considerações do workshop “Gestão no Agroalimentar”

Considerações do workshop “Gestão no Agroalimentar”

Plano de Desenvolvimento do Setor Agroalimentar do Baixo Tâmega – Food Cluster Revolution

Foi no passado dia 11 de novembro, pelas 10h, em Celorico de Basto, que aconteceu a segunda sessão de trabalho, destinada a criar mais dinâmica no sector agroalimentar da região, no âmbito da estratégia da Associação Empresarial de Amarante. Subordinado ao tema “Gestão no agroalimentar”, destinou-se a empresários do setor agrícola e do setor transformador de produtos alimentares.

O workshop teve a participação de vários agentes do setor, sendo os subsetores mais representados os cogumelos, pequenos frutos e a padaria/doçaria.

Este ciclo de sessões de trabalho decorre de uma candidatura aprovada ao Sistema de Incentivos às Ações Coletivas, do Norte 2020 e estará em curso até março de 2018, nos concelhos de Amarante, Baião, Celorico de Basto e Marco de Canaveses, tendo por objetivo apoiar o crescimento das empresas e o desenvolvimento do cluster, tornando-o mais atrativo para novos investidores. O Plano tem como parceiros locais a Câmara Municipal de Amarante e as Associações Empresariais de Baião, Celorico de Basto e Marco de Canaveses.

Para mais informações contactar: Julieta Oliveira Email: geral@aeamarante.pt Tel. 255 410 240

 

 

 

Comente este artigo
Anterior Marafada lança a primeira cerveja artesanal de Laranja de Silves
Próximo La Eurocámara aprueba el “CETA” por amplia mayoría

Artigos relacionados

Comunicados

Farm Europe welcomes Coldiretti as a partner representing Italian farmers

[Fonte: Farm Europe]
Posted on 25/03/201925/03/2019

Coldiretti, the largest representative organisation of Italian farmers, decided to join Farm Europe as of 1st April 2019. FarmEurope welcomes this decision which will strengthen the capacity of the think tank to develop forward looking policy paths for the future of EU food systems. […]

Últimas

Projeto “O pinto vai à escola” ajuda a divulgar raças de galinhas portuguesas

[Fonte: Gazeta Rural]

Quinze escolas da zona de Lisboa receberam o projeto “O pinto vai à escola”, dinamizado por investigadoras do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) com o objetivo de contribuir para a conservação das raças de galinhas portuguesas. […]

Nacional

Cultivo de canábis medicinal sujeito a autorização do Infarmed

[Fonte: Vida Rural]
O cultivo, fabrico e comércio da canábis para fins medicinais será sujeito a autorização da Autoridade do Medicamento (Infarmed) e deve ser atualizada todos os anos. A norma consta da regulamentação da lei da canábis para fins terapêuticos que foi esta terça-feira (15 de janeiro) publicada em Diário da República. […]