Companhia aérea vai recorrer a horta vertical para ter sempre alimentos frescos a bordo

Companhia aérea vai recorrer a horta vertical para ter sempre alimentos frescos a bordo

[Fonte: Vida Rural]

A companhia aérea Singapore Airlines firmou uma parceria com a AeroFarms, startup de agricultura vertical dos EUA, com o objetivo de ter sempre alimentos frescos a bordo para os seus passageiros.

A AeroFarms possui uma horta vertical na sua sede, no Aeroporto Internacional Newark Liberty, em Nova Jersey, nos Estados Unidos da América, onde são cultivados vários hortofrutícolas com recurso a iluminação LED. De acordo com a startup, este método de produção permite utilizar 95% menos água do que o método tradicional e dispensa a aplicação de agroquímicos. Para além disso, desta forma, as plantas demoram entre 12 a 14 dias a crescer.

De acordo com a Singapore Airlines, o facto de a sede da AeroFarms estar instalada no Aeroporto Internacional Newark Liberty permite fazer chegar os hortofrutícolas aos passageiros poucas horas após a colheita, garantindo refeições mais frescas e pratos mais saudáveis.

A companhia aérea espera começar a oferecer os primeiros alimentos cultivados pela AeroFarm em setembro deste ano.

Comente este artigo

O artigo Companhia aérea vai recorrer a horta vertical para ter sempre alimentos frescos a bordo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior Cabo Verde pode ser exemplo para países com escassez de água na agricultura
Próximo António Almeida reuniu com secretário geral da CAP

Artigos relacionados

Últimas

Produção diz que é sensato devolver diploma da Casa do Douro ao parlamento

[Fonte: Observador]
Marcelo Rebelo de Sousa decidiu devolver, sem promulgação, o diploma que restitui a Casa do Douro como associação pública e aprova os seus estatutos, pedindo uma “reflexão adicional”.
O presidente da Federação Renovação do Douro, António Lencastre, classificou esta segunda-feira como “sensata” e “uma nova oportunidade” a decisão do Presidente da República de devolver ao parlamento o diploma sobre a Casa do Douro. […]

Últimas

Dia Aberto “Leguminosas forrageiras em rotações culturais para o Baixo Mondego” na Unidade Experimental do Baixo Mondego – Loreto

[Fonte: Gazeta Rural]

A demonstração em agricultura e a difusão de informação técnico-científica contribui para a satisfação das necessidades sentidas pelos agricultores e outros agentes económicos que operam no setor da produção agropecuária. É neste sentido que a DRAPCentro tem vindo a desenvolver múltiplos trabalhos, […]

Nacional

WOMB – Cross-Created Ventures

O WOMB não é apenas mais um programa de aceleração ou incubação. É um programa onde a sua equipa vai desafiar o DNA da sua ideia com a perspetiva e visão de outros sectores.
O program WOMB nasceu da parceria de 5 entidades do ecossistema empresarial da região de Lisboa,  […]