Como valorizar as amoras silvestres?

Como valorizar as amoras silvestres?

As amoras silvestres são um recurso silvestre português que poderá ser valorizado através de uma linha de melhoramento destas espécies para obtenção de frutos de características únicas e de valor acrescentado.

O potencial valor das espécies silvestres de Rubus é elevado, devendo ser introduzidas em programas de melhoramento existentes, de forma a expandir a base genética e a melhorarem o valor nutricional dos mesmos. Para além disso, o crescente interesse dos consumidores por alimentos mais saudáveis é ainda outro motivo pelo qual se deve dar valor às amoras silvestres, uma vez que têm surgido evidências científicas que apontam estas espécies silvestres como superiores às variedades comerciais em termos de possíveis efeitos para a saúde humana.

Veja o artigo completo da equipa de investigação do INIAV aqui.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior Governo dos Açores diz que limites de produção de leite penalizam produtores
Próximo Há uma centena de estrangeiros interessados em investir no património português

Artigos relacionados

Nacional

Encontro Nacional de Produtores de Mirtilos reuniu produtores de todo o país

O Encontro Nacional de Produtores de Mirtilos, na sua 9ª edição realizou na cidade da Guarda um ciclo de palestras que abordaram temáticas de acordo com a realidade de produção, […]

Últimas

Curso de Formação de Poda da Vinha na Escola Superior Agrária de Castelo Branco – 21 de fevereiro

A Escola Superior Agrária de Castelo Branco (ESACB) informa se vai realizar no próximo dia 21 de Fevereiro de 2020 (sexta-feira) o Curso de […]

Nacional

Época mais crítica dos incêndios termina hoje

A época de fogos considerada mais critica termina hoje, com uma redução de meios na primeira metade do mês de outubro, […]