Como será a embalagem para alimentos mais sustentável do mundo?

Como será a embalagem para alimentos mais sustentável do mundo?

Uma embalagem de cartão segura, funcional e sustentável, fabricada com materiais renováveis ou reciclados, obtidos de forma responsável, que seja totalmente reciclável e neutra em carbono.

A campanha global “Go Nature. Go Carton” (“Escolha Natureza. Escolha Cartão.”), lançada agora em Portugal, dá voz ao compromisso da Tetra Pak em todo o mundo.

A Tetra Pak, empresa líder mundial em soluções de processamento e embalagem alimentar, está a trabalhar para introduzir no mercado a embalagem para produtos alimentares mais sustentável do mundo: uma embalagem de cartão, fabricada exclusivamente a partir de materiais renováveis ou reciclados, obtidos de forma responsável, que seja totalmente reciclável e neutra em emissões de carbono. Tudo isto sem descurar a necessidade de continuar a garantir que a embalagem é prática e segura, que contribui para a redução do desperdício alimentar, bem como que qualquer pessoa possa ter acesso a alimentos de qualidade.

Atualmente, as embalagens para alimentos têm uma função importantíssima na alimentação do mundo inteiro, ao garantirem a segurança dos alimentos embalados e a preservação das respetivas propriedades nutritivas. Mas isto pode representar um problema para o nosso planeta. A produção de embalagens gera emissões de gases com efeito de estufa e está a esgotar os recursos fósseis. Além disso, as embalagens que não são recicladas acabam em aterros, ou até mesmo na natureza. A reciclagem faz parte da solução, contudo, a população não pode continuar a depender unicamente da reciclagem.

Neste caminho rumo à criação da embalagem mais sustentável para alimentos e bebidas, a Tetra Pak enfrenta diferentes desafios, como de seguida se indicam:

  • Substituir os materiais com origem em fontes finitas, como o plástico de origem fóssil ou o alumínio, por materiais renováveis, provenientes de fontes responsáveis, de origem vegetal, como o papel ou o plástico de origem vegetal. Uma mudança que ajuda a reduzir as emissões de carbono e a proteger a biodiversidade e os ecossistemas naturais.

Atualmente, todas as embalagens de cartão da Tetra Pak têm certificação FSC® (Forest Stewardship Council®). Além disso, a Tetra Pak foi a primeira empresa de embalagens a utilizar polímeros de origem vegetal, provenientes da cana-de-açúcar, com certificação Bonsucro. Estas duas certificações confirmam que se trata de materiais oriundos de fontes geridas de forma responsável, que contribuem, com responsabilidade, para a proteção da biodiversidade e que apoiam as comunidades locais.

  • Utilizar material reciclado certificado nas embalagens, sempre que seja compatível com a segurança alimentar. Isto reduz a dependência dos recursos fósseis que, além de serem finitos, têm uma elevada pegada de carbono. Em simultâneo, a utilização de materiais reciclados contribui para a economia circular e para aumentar as taxas de reciclagem, tornando o processo mais sustentável do ponto de vista económico.

A empresa comprometeu-se a incluir, a partir deste momento e até 2025, no mínimo, 10% de polímeros reciclados nas suas embalagens comercializadas na Europa, e já deu início à realização de testes em plásticos reciclados que obtiveram a certificação RSB.

  • Alcançar a produção e distribuição das embalagens neutras em carbono, para reduzir o impacto no clima. Para tal, as embalagens devem ser fabricadas com materiais e energia provenientes de fontes renováveis, além de que a distribuição deve ser eficiente, de forma a ajudar a reduzir as emissões globais de gases com efeito de estufa.

Neste sentido, a Tetra Pak comprometeu-se a reduzir para zero as emissões líquidas de gases de efeito de estufa nas suas próprias operações e a utilizar 100% de eletricidade renovável em 2030. Estas duas medidas visam alcançar a neutralidade carbónica em toda a cadeia de valor em 2050.

  • Conceber embalagens seguras e funcionais que garantam que o desperdício alimentar é reduzido e que os alimentos cheguem a qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, sem perder o seu valor nutricional. Prevê-se que a população mundial alcançará os 9,1 mil milhões de pessoas em 2050, o que representa um aumento de um terço em relação ao valor atual, pelo que haverá também um aumento das necessidades relativas à alimentação. Neste contexto, a embalagem tem um papel fundamental quando se trata de manter os alimentos seguros, protegidos, nutritivos e disponíveis para este número crescente de pessoas.

A Tetra Pak desenvolve continuamente embalagens para alimentos que garantem a segurança e ajudam a reduzir o desperdício alimentar. Além disso, disponibiliza tecnologias avançadas de processamento e embalagem de alimentos, com formas e tamanhos adaptados às necessidades atuais, que ajudam a reduzir o desperdício e, consequentemente, o impacto no meio ambiente que resulta do desperdício alimentar.

  • Assegurar que todas as embalagens são completamente recicláveis, apoiando um sistema de reciclagem integrado que mantenha os materiais em utilização. Para isso, a Tetra Pak compromete-se a melhorar a capacidade de reciclagem da própria embalagem e a apoiar o desenvolvimento de sistemas integrados de recolha, classificação e reciclagem dos resíduos.

Em Portugal, de acordo com o Radar da Reciclagem da Sociedade Ponto Verde1, cerca de 9 em cada 10 portugueses fazem a reciclagem de embalagens e consideram que este é o comportamento que mais permite contribuir para a proteção do ambiente. A Tetra Pak está a trabalhar, neste âmbito, num plano específico de ações em Portugal que visam contribuir para o aumento das taxas de reciclagem. A Tetra Pak encontra-se, de igual forma, a desenvolver e a implementar inovações nas soluções que apresenta, como é o caso das palhinhas de papel e das tampas integradas nas embalagens, fabricadas com polímeros vegetais e que permitem uma melhor reciclagem, uma vez que, ao estarem unidas às embalagens, é reduzido o risco de dispersão durante o processo de recolha e reciclagem.

Ramiro Ortiz, Diretor-Geral da Tetra Pak Iberia afirma que “A crise global, social e ambiental exige uma mudança urgente nos compromissos da indústria e da sociedade. Na Tetra Pak, estamos a traçar o percurso rumo à embalagem mais sustentável adequada para uso alimentar. Mas não estamos sozinhos neste caminho. Com o apoio dos nossos clientes, colaboradores e sócios, podemos marcar a diferença”.

Sobre “Escolha Natureza. Escolha Cartão.”

Através da campanha “Escolha Natureza. Escolha Cartão.”, a Tetra Pak comunica o seu ambicioso plano de ser a melhor alternativa de embalagem para alimentos a nível mundial. O objetivo é disponibilizar ao mercado embalagens seguras e sustentáveis, fabricadas unicamente com materiais de origem vegetal e/ou reciclados, de fontes geridas responsavelmente, que sejam totalmente recicláveis e neutras em carbono.

Uma campanha global, sob o lema “Go Nature. Go Carton” (“Escolha Natureza. Escolha Cartão.”), que foi lançada nos Estados Unidos, no Reino Unido, na África do Sul, em França e na Alemanha, e que chega agora a Portugal e a outros países europeus.

Comente este artigo
Anterior Governo disponibiliza 10,4 milhões em apoios para o setor da caça
Próximo Frio intenso devasta produção vinícola francesa

Artigos relacionados

Nacional

Carne de Coelho – Como a vais cozinhar hoje?

Esta é a primeira de muitas receitas do Chef Hélio Loureiro que o agriculturaemar.com vai começar a publicar em parceria com a ASPOC — […]

Últimas

The taxonomy draft delegated act – one sentence must go

For those who are not familiar with the Taxonomy Regulation, it aims at “launching an ambitious and comprehensive strategy for sustainable finance with the aim of redirecting capital flows […]

Nacional

Empresas de regiões afetadas pelos fogos podem concorrer a apoios a partir de segunda-feira

O programa criado pelo Governo tem uma dotação de 100 milhões de euros, destinados à aquisição de equipamentos. Os apoios são a fundo perdido. […]