Como os espanhóis da Mercadona vão concorrer com os clãs portugueses da distribuição

Como os espanhóis da Mercadona vão concorrer com os clãs portugueses da distribuição

O grupo de Juan Roig chega com estatuto de líder em Espanha e fatura três vezes mais do que os dois maiores operadores lusos, liderados pelas famílias Azevedo e Soares dos Santos

Em Roma sê romano, diz o ditado popular que inspirou a estratégia definida pelo presidente da Mercadona, Juan Roig, um dos homens mais ricos de Espanha, para conquistar Portugal. “Seremos 100% portugueses”, diz o empresário que apostou na criação da empresa lusa Irmadona para operar no mercado nacional e na adaptação de 50% da oferta ao consumo local.
Mas a presença no país deste grupo familiar fundado em 1977, liderado desde 1981 por Juan Roig, que controla 80% do capital com a sua a mulher Hortensia, também representa um confronto com os dois clãs portugueses que dominam o mercado nacional, os Azevedo, da Sonae, e os Soares dos Santos, da Jerónimo Martins, como referia o “El País” há uma semana, três dias antes da inauguração da primeira loja lusa da Mercadona, em Gaia.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso – iOS e Android – para descarregar as edições para leitura offline)

O artigo foi publicado originalmente em Expresso.

Comente este artigo
Anterior Portugueses consomem cada vez mais ovos
Próximo Oferta de emprego - Engenheiro Florestal - Glopol - Alentejo

Artigos relacionados

Nacional

eAmbroasia: Comissão Europeia cria base de dados única para todas as indicações geográficas

A agricultura tem agora uma base de dados única para todas as indicações geográficas. Criada pela Comissão Europeia, a “eAmbroasia” centraliza todos os produtos protegidos por indicações geográficas (DOP, […]

Candidaturas e pagamentos

VITIS 2020 – 2021: Aviso de abertura para submissão de candidaturas apoio à reestruturação e reconversão de vinhas

[Fonte: IVV] Para a campanha 2020-2021, a apresentação das candidaturas ao regime de apoio à reestruturação e reconversão da vinha (VITIS), […]

Últimas

Governo quer mais 170 militares no combate aos incêndios e cibersegurança

O Governo vai aprovar em breve o aumento dos efetivos nas Forças Armadas
O ministro da Defesa, Joao Gomes Cravinho explicou aos deputados que o combate aos incêndios e a ciberdefesa motivam o aumento de 170 militares já […]