Combate à Vespa Asiática em Cinfães – Balanço de 2018

Combate à Vespa Asiática em Cinfães – Balanço de 2018

[Fonte: Gazeta Rural]

A Associação de Produtores Florestais de Montemuro e Paiva (APFMP), enquanto Parceiro do Grupo Operacional Vespa (Controlo e minimização de prejuízos da espécie invasora Vespa velutina nigrithorax (Vespa velutina) na produção apícola, cuja entidade coordenadora é a Dolmen, integrando outros parceiros como a UTAD e vários apicultores, realiza um seminário dedicado a esta temática, cujo programa se anexa, a ocorrer na Biblioteca Municipal de Cinfães, amanhã, dia 09.02.2019 com início às 09h30.

Comente este artigo

O artigo Combate à Vespa Asiática em Cinfães – Balanço de 2018 foi publicado originalmente em Gazeta Rural

Anterior Documento da posição de França sobre a negociação da PAC pós-2020
Próximo Concelho de Santiago do Cacém recebe novo investimento na área da suinicultura

Artigos relacionados

Nacional

GP PCP: resposta do Governo à pergunta do PCP sobre a disponibilização à Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve de recursos humanos, materiais e financeiros adequados

No passado dia 27 de Março, uma delegação do PCP reuniu com o Diretor Regional de Agricultura e Pescas do Algarve e elementos da sua equipa, para se inteirar das dificuldades que esta Direção Regional enfrenta no prosseguimento da sua missão.
A Direção Geral de Agricultura e Pescas do Algarve teve, […]

Sugeridas

Sogrape – um exemplo mundial de viticultura sustentável

[Fonte: Syngenta]

A Sogrape Vinhos foi distinguida pela segunda vez com um prémio internacional que reconhece a sustentabilidade dos seus negócios nas vertentes ambiental, económica e social. João Vasconcelos Porto e António Graça, respetivamente diretor de viticultura e diretor de I&D da Sogrape, […]

Últimas

Repovoar planalto angolano com 10.500 animais corta 328 MEuro em importação de carne


Luanda, 26 jan (Lusa) – O Governo angolano aprovou hoje um plano para importar este ano 10.500 cabeças de gado para repovoar o planalto de Camabatela, no interior norte do país, cortando desta forma nos 328 milhões de euros de carne importada anualmente.
O plano foi aprovado em reunião conjunta das comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros e visa o objetivo de tornar o planalto de Camabatela, […]