Cinco eurodeputados portugueses em vice-presidências de Comissões do Parlamento Europeu

Cinco eurodeputados portugueses em vice-presidências de Comissões do Parlamento Europeu

O eurodeputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), Francisco Guerreiro, foi eleito primeiro vice-presidente da Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, ao somar 38 votos contra seis da candidata do grupo Identidade e Democracia, Maxette Pirbakas.

Já a socialista Margarida Marques ocupará o cargo de terceira vice-presidente da Comissão dos Orçamentos, ao ter sido eleita por aclamação, tal como aconteceu com o eurodeputado do Bloco de Esquerda José Gusmão, agora quarto vice-presidente da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários, e com a também socialista Maria Manuel Leitão Marques, a nova quarta vice-presidente da Comissão do Mercado Interno e da Proteção dos Consumidores

Já a social-democrata Cláudia Aguiar será a quarta vice-presidente da Comissão das Pescas ao recolher mais votos (19) do que a candidata do grupo Identidade e Democracia, Rosanna Conte (oito).

Os cinco eurodeputados portugueses desempenharão o cargo durante os próximos dois anos e meio, o que equivale a metade da legislatura da nova assembleia europeia (2019-2024).

Os vice-presidentes substituem os presidentes quando necessário, podendo presidir às reuniões das comissões parlamentares ou representá-las noutros fóruns.

As comissões parlamentares emendam as propostas legislativas, aprovando relatórios, propondo alterações para apreciação em sessão plenária e designando equipas para conduzir negociações com o Conselho sobre a legislação da União Europeia.

Aprovam também relatórios de iniciativa, organizam audições e examinam a atuação de outros órgãos e instituições da UE.

Na semana passada, o eurodeputado socialista Pedro Silva Pereira foi eleito vice-presidente do Parlamento Europeu.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Anterior Crédito Agrícola reforça apoio a jovens empresários e empreendedores
Próximo Bluegrowth no Foodlab para desenvolver produção sustentável de alimentos

Artigos relacionados

Internacional

Opportunity to develop disease-resistant crops ‘has never been greater,’ plant pathologists say

Approaches to manipulating disease resistance in plants is expanding exponentially due to advances […]

Sugeridas

O mundo precisa de cem milhões de campos de futebol para a agricultura

Novo estudo avalia o que é preciso fazer para que a população mundial satisfaça necessidades de água e alimentos até 2050 de forma sustentável. […]

Nacional

UE antecipa apoios à seca. Pagamentos directos em Outubro

Os Estados-membros da União Europeia acordaram hoje, 28 de Agosto, uma série de medidas de apoio propostas pela Comissão para atenuar as dificuldades financeiras enfrentadas pelos agricultores devido a condições climáticas adversas e para aumentar a disponibilidade de alimentos para os animais. […]