CiB promove ação de formação sobre edição do genoma – 18 de novembro – Oeiras

CiB promove ação de formação sobre edição do genoma – 18 de novembro – Oeiras

Tal como em anos anteriores, o CiB-Centro de Informação de Biotecnologia vai realizar mais um workshop de formação para jornalistas e comunicadores de ciência, desta vez sobre “Edição do genoma- aplicações na medicina e na produção de alimentos”. Esta ação de formação terá lugar na manhã do dia 18 de novembro, no ITQB NOVA, em Oeiras, e contará como formadores Ana Sofia Coroadinha e Pedro Fevereiro, investigadores e professores auxiliares no ITQB NOVA.

O CiB – Centro de Informação de Biotecnologia convida todos os jornalistas, em especial os que trabalham na área da medicina, agricultura, nutrição e ambiente, a participar no workshop de formação para jornalistas sobre “Edição de genomas – aplicações na medicina e na alimentação”, que se realizará no dia 18 de novembro, entre as 11:00H e as 13:00H, no 4º piso do ITQB NOVA-Instituto de Biotecnologia Química e Biológica António Xavier, da Universidade Nova de Lisboa, em Oeiras.

A formação aos jornalistas estará a cargo de Ana Sofia Coroadinha, Professora Auxiliar e investigadora no ITQB NOVA/IBET, que irá falar sobre “As potencialidades da edição de DNA na cura de doenças genéticas”, e de Pedro Fevereiro, Professor Auxiliar e investigador no ITQB NOVA, com o tema “CRISPR-Cas9 e outras ferramentas de edição de genomas para uma produção de alimentos mais sustentável.” 

A edição de genomas é um tema controverso, não obstante os resultados bastante promissores em diferentes áreas de aplicação. Na medicina, permite perspetivar a correção de 89% das doenças genéticas humanas conhecidas. Na agricultura, esta tecnologia garante uma produção mais sustentável de alimentos e um aumento da eficiência do melhoramento vegetal, o que, atualmente, se afigura pertinente e da maior importância para fazer face aos efeitos das alterações climáticas e do aumento da população mundial. A edição de genomas é apontada pelos investigadores como uma das chaves cruciais para muitos dos problemas relacionados com a medicina, produção de alimentos e ambiente.

Sobre os oradores:

Ana Sofia Coroadinha é Professora Auxiliar no ITQB NOVA/IBET, tendo como principal área de investigação o desenvolvimento e aprimoramento de linhas de células animais para a produção de biofármacos complexos, como proteínas recombinantes e partículas virais recombinantes para vacinas e terapia genética.

Pedro Fevereiro é Professor Auxiliar com Agregação do Departamento de Biologia Vegetal na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e diretor do Laboratório de Biotecnologia de Células Vegetais no ITQB NOVA, tendo como áreas de investigação a Biotecnologia Vegetal, Engenharia Genética Vegetal, Diversidade Molecular e Genética de Plantas e Purificação e Caracterização de Enzimas Vegetais

Localização do ITQB Nova:

Avenida da República

Oeiras

http://www.itqb.unl.pt/contacts/itqb_location

Para mais informações e confirmação de presença, por favor contacte:

Carla Amaro

Gabinete de Comunicação | Communication Office

(Créditos da imagem: Natali_Mis)
Comente este artigo
Anterior Si se prorroga la PAC a 2021 debe ser con los mismos fondos, según el COPA-COGECA
Próximo Comissão Europeia publica regulamentos de transição da PAC pós 2020, reconhecendo que a implementação da nova PAC será adiada

Artigos relacionados

Notícias PAC pós 2020

No Commission proposal to increase greening ‘EFA’ requirement to 7%

The European Commission has decided not to increase the minimum percentage of a farm’s arable land area that must be devoted to ‘Ecological Focus Area’ (EFA) in order to receive the full CAP Pillar One (P1) direct payment. […]

Comunicados

CDS-PP recomenda ao Governo publicação, por concelho, das áreas ardidas nos grandes incêndios florestais e um maior apoio ao investimento de defesa da floresta contra incêndios

O Grupo Parlamentar do CDS-PP deu esta semana entrada de dois Projetos de Resolução que recomendam ao Governo, a publicação, por concelho, […]

Nacional

Novas autorizações para plantação de vinha podem ser pedidas até 15 de Maio

O novo regime de autorizações para plantação de vinha é aplicável no período de 1 de Janeiro de 2016 a 31 de Dezembro de 2030, […]