Cheias afogam culturas de jovem agricultora em Moncorvo

Cheias afogam culturas de jovem agricultora em Moncorvo

Mais uma cheia, mais uns milhares de euros de prejuízo. Catarina Martins, a “Melhor Jovem Agricultora de Portugal 2016”, acordou, esta quarta-feira, com as águas dos rios Douro e Sabor a inundar uma boa parte dos seus 11 hectares de culturas, no vale da Vilariça, em Torre de Moncorvo. Estima que as perdas possam rondar “entre 30 a 50 mil euros”.

Para além de as culturas temporárias (couve-coração, couve-lombarda, brócolos, couve-flor, entre outras) terem ficado “submersas”, também foi afetado o sistema de rega por aspersão, que “ficou entupido e danificado”. No ponto de venda que existe na propriedade também há estragos e, sobretudo, “muito lixo”.

As culturas “dificilmente podem ser recuperadas”, pois a cheia “arrasta muito lodo” que fica “agarrado às plantas”. Por exemplo, “uma couve-flor é branca e por mais que se lave nunca vai ficar com a cor original”. Como tal, “perde valor de mercado”.

Catarina culpa a EDP por não ter “expropriado” aquela zona de cheia. “O terreno é nosso e continua a usá-lo para manobrar as águas”. Uma situação que se “repete sempre que chove muito”.

A agricultora tem processos a decorrer em tribunal contra a EDP, devido a situações semelhantes noutros anos de cheia, e até agora sem resultados. A elétrica tem recusado responsabilidades pelas cheias naquela zona de Torre de Moncorvo. Entretanto, Catarina Martins diz que os prejuízos acumulados são de, aproximadamente, “500 mil euros”.

Continue a ler este artigo no Jornal de Notícias.

Comente este artigo
Anterior Acordo verde | Avanço ou travão na edição genética?
Próximo Incêndios de 2017 originaram maior densidade de eucaliptos alguma vez registada

Artigos relacionados

Nacional

Sabe o que é a camarinha?

Tem havido um crescente interesse de estabelecer a camarinha como cultura, mas a informação sobre o seu sistema de reprodução é […]

Últimas

29.ª Exposição Regional da Anona na Madeira 7 e 8 de março

Nos dias 7 e 8 de Março, na freguesia do Faial, município de Santana, na costa norte da Madeira, tem lugar a XXIX Exposição Regional da Anona. […]

Vídeos

Faça Chuva Faça Sol – T.4 Ep.20

Na região Oeste, vender hortofrutícolas em leilões é uma tradição já com décadas. Fomos conhecer a Frutas Patrícia Pilar, uma empresa que opta por […]