Cervejas da Super Bock Selecção 1927 e Coruja premiadas no World Beer Awards

As cervejas Super Bock Selecção 1927 e Coruja subiram ao pódio na edição de 2019 do World Beer Awards. Este concurso avaliou mais de 3.500 cervejas em todo o Mundo e destacou, nas diferentes categorias, as marcas do Super Bock Group com as pontuações mais altas do País.

Em Portugal, o painel de júri referenciou na categoria American Ipa com o resultado de Country Winner, a Super Bock Selecção 1927 Bengal Amber Ipa. Dentro desta categoria, destaque ainda para Super Bock Coruja India Pale Ale que arrecadou a medalha de ouro.

Super Bock Selecção 1927 Munich Dunkel

Também a Super Bock Selecção 1927 Munich Dunkel foi distinguida, directamente para a posição de Country Winner na categoria Dark Lager e foi considerada uma das melhores cervejas por assumir-se com um aroma rico a malte, a chocolate e a frutos secos com um fim de boca elegante e um amargor discreto.

Já a Super Bock Coruja American Amber arrecadou o primeiro prémio também como Country Winner na categoria Lager. Destaca-se pelo seu aroma doce e com notas tostadas com sabor a caramelo, onde o malte tem o protagonismo.

World Beer Awards

O World Beer Awards é um dos maiores concursos de prova e avaliação de cervejas, onde se premeia e promove os estilos de cerveja mais reconhecidos e as melhores cervejas do mercado.

A gama Super Bock Selecção 1927 é composta por cervejas de diferentes estilos, desenvolvidas com paixão pelos Mestres Cervejeiros do Super Bock Group, em pequenos lotes na Casa da Cerveja.

Já Super Bock Coruja surpreende pelos seus ingredientes 100% naturais e as suas cervejas distinguem-se por serem produzidas com recurso à técnica de dry hopping em grande escala. Um processo inovador e inédito em Portugal, que consiste no adicionar tardio do lúpulo no processo de fabrico, que intensifica o aroma da cerveja e a experiência sensorial.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior 5,2 milhões de euros para o Centro de Excelência para a Agricultura e a Agroindústria
Próximo Retirar o vinho da Roda dos Alimentos é “insensato” e “imprudente”

Artigos relacionados

Últimas

Dia da Floresta Autóctone – 27 de novembro – Coimbra

A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC – IPC) comemora, no próximo dia 27 de novembro, o Dia da Floresta Autóctone. […]

Nacional

Portugal 2020: Bruxelas pagou a Portugal quase 10 mil milhões até setembro

A Comissão Europeia (CE) transferiu para Portugal, até setembro, 9.704 milhões de euros, na sequência das operações financiados por fundos europeus afetos ao programa Portugal 2020, […]

Dossiers

Canalizados 29M para converter de agricultura tradicional em biológica

O Orçamento do Estado tem inscritos 29 milhões de euros ao serviço da conversão de agricultura tradicional em agricultura biológica ou para a […]