Cerca de 75 concelhos do Norte, Centro e Algarve em risco máximo de incêndio

Cerca de 75 concelhos do Norte, Centro e Algarve em risco máximo de incêndio

Os concelhos sob este alerta pertencem aos distritos de Bragança, Vila Real, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Santarém, Portalegre e Algarve.

De acordo com a informação disponibilizado no ‘site’ do IPMA, mais de uma centena de concelhos de todo o país estão em risco muito elevado e elevado de incêndio.

A exceção vai para cerca de 35 concelhos, no litoral, nos distritos de Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leira, Lisboa e Setúbal, que estão com risco moderado e reduzido de incêndio.

O risco de incêndio calculado pelo IPMA é determinado pelo IPMA e tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Na sexta-feira, a Proteção Civil avisou a população para o risco muito elevado ou máximo de incêndio rural nas regiões Norte, Centro e Algarve, devido ao tempo quente e seco e ao vento forte previstos para este fim de semana.

No aviso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) realça que a subida de temperatura esperada para o Algarve e o vento forte no Litoral Oeste levam ao agravamento do risco de incêndio nestas regiões.

A ANEPC recorda que, até 30 de setembro, é proibido fazer queimadas sem autorização, fumar ou fazer qualquer tipo de lume em espaços florestais, lançar foguetes, usar motorroçadoras, fumigar ou desinfestar apiários (exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas) e utilizar fogareiros ou grelhadores nas zonas rurais (salvo se fora das zonas consideradas críticas ou em locais devidamente autorizados).

O IPMA prevê para hoje céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral oeste até final da manhã, com possibilidade de ocorrência de chuvisco na faixa costeira a norte do Cabo Raso até início da manhã.

O vento soprará fraco a moderado (até 30 km/h) de oeste/noroeste, soprando por vezes forte (até 40 km/h) no litoral oeste durante a tarde, e nas terras altas. As previsões apontam ainda para a possibilidade de formação de neblina ou nevoeiro matinal no litoral Norte e Centro e para uma pequena descida de temperatura nas regiões do interior e uma subida de temperatura no Algarve, em especial da máxima.

As temperaturas máximas previstas vão variar entre os 23 graus centígrados no Porto e os 39 em Faro.

HN (ER) // EA

Continue a ler este artigo na Visão.

Comente este artigo
Anterior Vacuno: dificultades para encontrar salida a la oferta
Próximo Eurodeputado do BE diz que todos os fundos estratégicos para os Açores vão sofrer cortes

Artigos relacionados

Últimas

Palestra técnica Frutos Secos – 29 de junho – Guarda

Palestra técnica Frutos Secos – 29 de junho – Guarda […]

Últimas

Que lições se podem tirar dos incêndios de 15 de outubro de 2017?

O Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais (CEIF) realiza no próximo dia 15 de março, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, […]

Nacional

Fungicidas com imazalil proibidos na pós-colheita em maçã, pêra e banana

Os fungicidas com a substância activa imazalil são utilizados principalmente na pós-colheita de citrinos. Mas também noutras culturas. A Comissão Europeia identificou usos que podem conduzir a risco para o consumidor e decidiu proibir a utilização de fitofármacos com aquela substância em tratamentos pós-colheita em maçã, […]