Centro de Negócios do Fundão e Museu da Vista Alegre ganham Pémios RegioStar 2018

Centro de Negócios do Fundão e Museu da Vista Alegre ganham Pémios RegioStar 2018

O Centro de Negócios e Serviços Partilhados do Fundão (na categoria “Apoiar a transição industrial inteligente”) e o projeto de Reabilitação do lugar da Vista Alegre (na categoria “Escolha do Público”) venceram esta terça-feira os Prémios RegioStars 2018 da Comissão Europeia.

O Centro de Negócios e Serviços Partilhados foi financiado pelos fundos europeus, através Programa Centro 2020, em dois milhões de euros. “Concebido como motor da estratégia local de inovação e investimento, este projeto permitiu atrair 14 empresas TICE e criar 500 postos de trabalho altamente qualificados numa cidade de cariz rural com menos de 15.000 habitantes”, sublinha o comunicado enviado às redações do Centro 2020. “Em quatro anos, o projeto impulsionou um ecossistema integrado que gerou 68 startups e deu suporte a mais de 200 projetos de investimento privado, apostando no R&D, em iniciativas pioneiras de conversão profissional e nas competências digitais”, acrescenta o mesmo documento.

Já o projeto de requalificação e ampliação do Museu da Vista Alegre deu o pontapé de saída da requalificação do chamado “Lugar da Vista Alegre”. Com um investimento total de 44 milhões de euros, apoiado por fundos europeus, através do Centro 2020 e do Compete 2020, foi possível manter 1.495 postos de trabalho e criar pelo menos 100 novos postos diretos. O projeto “fez rejuvenescer o Lugar da Vista Alegre, dando nova vida ao Museu, Capela, Teatro, Recinto, Hotel e Palácio, Creche, Fábrica e Bairro Operário”.

Paulo Fernandes, presidente da Câmara Municipal do Fundão, Ana Abrunhosa, presidente da CCDR Centro e Paulo Soares, administrador da Vista Alegre.CCDR Centro 9 Outubro, 2018

 

Os Prémios RegioStars identificam boas práticas em desenvolvimento regional e destacam projetos originais e inovadores que sejam atrativos e inspiradores para outras regiões.

Comente este artigo
Anterior Agroop quer voar para campos maiores e prepara internacionalização à boleia dos fundos europeus
Próximo Portugal, Espanha e França mantêm defesa da manutenção do orçamento da PAC

Artigos relacionados

Últimas

Ex-presidente dos Municípios Portugueses lamenta inexistência de cadastro rural

Viseu, 23 jun (Lusa) — O ex-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Fernando Ruas, lamentou hoje que ainda não exista um cadastro rural que permita conhecer o território e contribua para a prevenção de incêndios florestais.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_4 span,#wpdevar_comment_4 iframe{width:100% !important;} […]

Últimas

Governo dos Açores mantém controlo aos voos com origem em países terceiros para evitar riscos fitossanitários

[Fonte: Açoriano Oriental]

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direção Regional da Agricultura, mantém o controlo aos voos com origem em países terceiros que chegam aos Açores, de modo a evitar riscos fitossanitários através da introdução indevida de plantas, […]

Últimas

Grande plataforma fotovoltaica justifica a construção da Barragem do Pisão

[Fonte: Rádio Campanário] Decorreu na tarde desta sexta-feira (7 de junho), em Crato, a apresentação dos resultados da Comissão de Avaliação para a Construção da Barragem da Pisão, em que foi anunciada a construção da infraestrutura esperada há décadas pela região.

Em declarações exclusivas à RC, […]