Carial Flex- novo fungicida Syngenta para controlo do míldio da batateira

Carial Flex- novo fungicida Syngenta para controlo do míldio da batateira

A Syngenta apresenta uma nova solução para o controlo do míldio da batateira – Carial Flex – o qual combina duas substâncias ativas que atuam em todos os estados de desenvolvimento do fungo, proporcionando um maior controlo do míldio, a principal doença que afeta a cultura da batateira.

Produto CarielFlex, Syngenta, Pinhal Novo.

O lançamento do Carial Flex decorreu a 14 de Dezembro, na Herdade do Monte Novo, concelho de Palmela, com a presença de técnicos das organizações de produtores e da distribuição, vindos de todo o país. A Syngenta convidou a PorBatata- Associação da Batata de Portugal para uma apresentação sobre as tendências e desafios do mercado nacional da batata.

«Não somos os maiores, mas somos bons produtores de batata, devemos procurar os parceiros certos e os países indicados para valorizar a batata portuguesa na exportação. A PorBatata vai dar início a um programa de internacionalização da batata portuguesa, ancorado numa marca nacional de batata», revelou António Gomes, presidente da direção desta associação criada em 2016 e que tem 42 empresas associadas.
Sandra Pereira, secretária-geral da PorBatata, explicou que o objetivo da associação «é ser a voz oficial do setor da batata junto das autoridades nacionais e estrangeiras, contribuir para o aumento da competitividade da cultura da batata e promover o consumo de batata portuguesa».

Neste primeiro ano de atividade, destaca-se a intervenção da PorBatata junto do Ministério da Agricultura, que resultou na criação de uma linha de crédito no valor de 3 milhões de euros para apoiar necessidades de tesouraria dos operadores do setor da batata, e a realização de reuniões de trabalho com a Direção Geral de Alimentação e Veterinária sobre problemas fitossanitários que afetam a cultura da batata, com a APED – Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição e com a Europatat, a associação europeia para o comércio de batata que representa o setor na Comissão Europeia.

Humberto Bizarro, responsável técnico de campo da Hortapronta, introduziu o tema do míldio da batateira, recordando que é a doença mais grave nesta cultura, tanto em Portugal como em todo o mundo, podendo dizimar um campo de batata em poucas horas: «se não controlarmos o míldio, não conseguimos controlar o campo. É essencial realizar tratamentos fungicidas de forma preventiva e devemos combinar produtos com diferentes modos de ação, por forma a evitar resistências». O técnico lembrou que a batata é dos alimentos mais consumidos na Europa e que, no final do século XIX, o míldio dizimou a cultura da batata na República da Irlanda, tendo a escassez deste produto, base da dieta alimentar, levado à morte de milhões de irlandeses.

O Carial Flex surge como um novo aliado dos agricultores para controlar o míldio da batateira, contendo na sua formulação, uma combinação versátil de duas substâncias ativas – a mandipropamida (25%) e o cimoxanil (16%) –, que fazem deste fungicida um produto extremamente robusto no combate à doença.

A mandipropamida tem máxima ação em aplicações preventivas, atua sobre a germinação dos zoósporos e dos esporângios, inibindo rapidamente o crescimento do fungo. A sua eficácia deve-se à dupla ação: tem uma atividade de contato duradoura, aderindo de imediato e com tenacidade à capa cerosa da planta e mantendo a sua ação preventiva durante um período de tempo prolongado. Resiste à lavagem pela chuva intensa que ocorra entre aplicações. A mandipropamida tem ainda atividade no interior da planta e translaminar, penetrando no interior dos tecidos vegetais até à parte oposta da superfície tratada, o que permite a sua atuação na fase inicial das infeções por míldio.

O cimoxanil tem um modo de ação multimetabólico, diferente de qualquer outro fungicida comercializado no mercado, com ação preventiva, curativa e anti-esporulante. Atua sobre todos os estados de desenvolvimento do fungo e comporta-se de modo sinérgico quando misturado com outros fungicidas. Além disso, estimula as defesas da planta, proporcionando um determinado nível de tolerância ao fungo.

O Carial Flex, ao ser uma formulação sem ditiocarbamatos, é uma solução sustentável, tendo em consideração o processo de revisão de substâncias ativas pela Comissão Europeia, o qual poderá vir a restringir a utilização de formulações com ditiocarbamatos na sua composição.

«O Carial Flex preenche uma lacuna no portfólio da Syngenta em fungicidas com ação penetrante e responde às necessidades globais do mercado português, sendo apresentado em duas embalagens – 5kg e 60g –, a primeira para o mercado mais profissional da batata e a segunda para a lavoura tradicional», explica Maria do Carmo Pereira, portfolio manager de fungicidas da Syngenta na Península Ibérica.

A mandipropamida resulta da I&D da Syngenta e está a ser trabalhada numa estratégia “multi-site free” para controlo do míldio em várias culturas, como a batateira, o tomateiro e a vinha. Para além do Carial Flex, a mandipropamida está presente em produtos como o Carial Top, fungicida para o controlo do míldio e da alternaria da batateira e do tomateiro, e o Ampexio, um anti-míldio para vinha, ambos a lançar no mercado português em 2018.

Eleutério Málaga, coordenador técnico na Syngenta para Portugal e as regiões Centro e Norte de Espanha, realizou uma apresentação sobre os sintomas e formas de controlo das principais doenças radiculares que afetam a batateira, algumas causadas por fungos – míldio, alternária, rizoctónia, sarna prateada e sarna pulverulenta – e outras originadas por bactérias – pé negro, murchidão bacteriana e sarna comum.

De acordo com números oficiais revelados no evento, Portugal produz em média 500.000 toneladas de batata/ano, em cerca de 25.000 hectares, e importa um volume semelhante de batata. O grau de auto-aprovisionamento do nosso país em batata ronda os 50% e o consumo per capita é de 93,1 kg batata/habitante/ano. Já as exportações nacionais de batata são estimadas em 100.000 toneladas.

Produto CarielFlex, Syngenta, Pinhal Novo.

Produto CarielFlex, Syngenta, Pinhal Novo.

Produto CarielFlex, Syngenta, Pinhal Novo.

Comente este artigo
Anterior Portugal e a produção de leite - até quando ficaremos na cauda da Europa?
Próximo Alimentation : ce qui va changer après les Etats généraux

Artigos relacionados

Últimas

Syngenta reforça portfólio de soluções Pós-Colheita

A Syngenta está a realizar um investimento importante no reforço do seu portfólio com novas soluções fungicidas para controlo das doenças de conservação em fruta e legumes.
 Maria do Carmo Pereira, responsável de fungicidas da Syngenta para a Península Ibérica, […]

Últimas

São Brás oferece máquinas de sumo de fruta a escolas do concelho

A Câmara de São Brás de Alportel ofereceu, esta sexta-feira, dia 5 de Maio, duas máquinas de sumo de frutas à Escola EB 2,3 Poeta Bernardo de Passos para «incentivar um estilo de vida saudável junto de crianças e jovens».
Os alunos foram ainda «surpreendidos com um momento de degustação de sumos de frutas naturais», […]

Comunicados

Global Food Forum: 5 orientations for a successful transition of EU agri-food systems

The 3rd Edition of the Global Food Forum took place on the 17th and 18thof September in Pavia (Italy), gathering more than 200 political, economic and institutional decision-leaders as well as representatives of the civil society and academics. The event was an opportunity to draw orientations for the future of EU policies with having an impact on EU agri-food systems including the Common Agricultural Policy. […]