CAP lamenta decisão imponderada e espera que alunos, professores e funcionários manifestem a sua discordância

CAP lamenta decisão imponderada e espera que alunos, professores e funcionários manifestem a sua discordância

[Fonte: CAP] A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) manifesta a sua profunda perplexidade relativamente à notícia respeitante à eliminação da oferta de carne de vaca nas 14 cantinas alimentares da Universidade de Coimbra.

A invocada “emergência climática”, desígnio que a todos convoca, não deve – não pode – servir de pretexto para a tomada de decisões infundadas, baseadas em alarmismos incompreensíveis. Esta decisão, tomada num contexto universitário, espaço de liberdade e de conhecimento, ainda causa maior perplexidade.

A anunciada imposição, que privará alunos, professores e funcionários, de um elemento que faz parte da dieta alimentar portuguesa e mediterrânica, é uma limitação à sua liberdade de escolha e contribui para confundir os portugueses, porque é alarmista e assenta em pressupostos infundados.

A Agricultura, onde se inclui a floresta e pecuária, é a principal atividade desenvolvida pelo Homem que mais contribui para a captura de carbono. O esforço de descarbonização faz-se com a Agricultura e com os Agricultores e não contra a Agricultura e contra os Agricultores.

As pastagens biodiversas fixam mais toneladas de CO2 do que aquelas que são emitidas, ou seja, há um balanço positivo, que será tão mais positivo quanto mais produzirmos em território nacional com o nosso tradicional tipo de produção.

A redução das importações e o desenvolvimento da Agricultura e da produção nacional, contribuirá para a captura de carbono e para a diminuição da pegada ecológica, ao mesmo tempo reduzindo o saldo da balança comercial.

Condenamos a adoção de uma medida deste tipo, que contraria o que devem ser políticas públicas responsáveis e coincidentes com a estratégia nacional de desenvolvimento sustentável e de descarbonização da economia.

Apelamos a que alunos, professores e funcionários se oponham a esta decisão.

Comente este artigo
Anterior AgroMeetings: Agricultura Sustentável - 4 de outubro - Amarante
Próximo Oferta de emprego - Engenheiro Zootécnico - Técnico de Produção Animal - Torres Vedras

Artigos relacionados

Comunicados

Comemorações do 30º aniversário da Agromais – um caso de sucesso na agricultura nacional

No âmbito do 30º aniversário, a agromais afirma-se hoje como a maior organização nacional de agricultores na comercialização de cereais e hortícolas. […]

Sugeridas

Bagaço de azeitona: Situação de Fortes “pode multiplicar-se”

A Associação Ambiental dos Amigos das Fortes reagiu às notícias de que “produção de azeite pode parar no Alentejo”, uma vez que os “tanques das […]

Nacional

Chilenos da Carsol investem 9 milhões para produzir mirtilos em Alcácer do Sal

[Fonte: Expresso] Grupo Carsol Fruit, do Chile, está a desenvolver projeto para ter 260 hectares de mirtilos numa herdade em Alcácer do Sal, […]