CAP e CORTEVA anunciam 2ª edição do programa TalentA no dia internacional das mulheres rurais

CAP e CORTEVA anunciam 2ª edição do programa TalentA no dia internacional das mulheres rurais

Está de regresso a iniciativa que premeia mulheres com projetos inovadores do meio rural com formação e financiamento de 5.000€.

No dia em que se assinala a importância da Mulher Rural na agricultura, a CAP (Confederação dos Agricultores de Portugal) com o apoio da Corteva Agriscience, empresa de referência no setor agrícola em tecnologia de sementes sob a marca comercial Pioneer®, proteção de culturas e agricultura digital, anuncia o regresso do programa TalentA em Portugal.

O anúncio foi feito durante o evento organizado pelas duas entidades para assinalar o Dia Internacional das Mulheres Rurais, pela voz de Clara Serrano, Vice-Presidente da Unidade Comercial do Sul da Europa na Corteva Agriscience. Esta será a 2ª edição da iniciativa em território nacional, do programa que visa premiar com formação e financiamento as mulheres com projetos inovadores no meio rural.

Clara Serrano, destacou que “a procura que o programa TalentA teve na primeira edição é reveladora de que Portugal tem Mulheres que procuram construir o seu futuro no meio Rural com projetos inovadores, merecedores de apoio e fundamentais para o desenvolvimento do setor e da economia nacional. Por isso, as expetativas são altas com a segunda edição do programa e estamos muito confiantes de que contaremos com muitos projetos inovadores, ao mesmo tempo que ficamos muito entusiasmados por conhecer todo este potencial e conhecimento inerente”.

A primeira edição do programa TalentA, uma iniciativa pioneira da CAP e Corteva, contou com mais de 90 inscrições, de onde resultaram 3 grandes vencedoras: Sónia Brito foi a grande vencedora com a “SR Berry”, um projeto que nasceu no Algarve e que tem como objetivo alargar a capacidade de produção de diospiros, conheça aqui o projeto. Gilda Preto, prémio finalista com o projeto de biotecnologia para a propagação de plantas in vitro e Aline Domingues, com o projeto “Menina d´uva”, que recupera vinhas velhas que têm entre 30 e 65 anos, localizadas na região de Vimioso, para produção de vinho biológico.

Instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas), o Dia Internacional das Mulheres Rurais foi implementado como forma de realçar a importância do papel social das mulheres que vivem em zonas rurais e é nesse sentido que o TalentA procura destacar o papel desempenhado pelas mulheres no meio e apoiá-las no desenvolvimento dos seus projetos inovadores.

Durante o evento que contou com a presença do convidado Luís Mira, Secretário-Geral da CAP, foi não só anunciada mais uma edição, como também novamente definidos os objetivos do programa. Numa altura em que o sector enfrenta tantos desafios, foi salientado que enquanto implementadoras de novas técnicas agrícolas, as mulheres têm vindo a revelar-se fortes protagonistas na contribuição para o crescimento do sector agroalimentar nacional.

A data de abertura das inscrições para a 2ª edição do programa TalentA serão anunciadas em breve e terão lugar ainda este ano.

TalentA

Comente este artigo
Anterior CNA entregou "petição" na Assembleia da República sobre prejuízos causados à lavoura por javalis e outros animais selvagens
Próximo Novo estudo da Comissão evidencia redução na produção devido às estratégias do Prado ao Prato e Biodiversidade - Álvaro Amaro contesta

Artigos relacionados

Últimas

Jerónimo de Sousa critica os que agora querem ser “os campeões do ambiente”

Jerónimo de Sousa visitou este sábado uma exposição sobre montado e cortiça na festa do Avante!

Jerónimo de Sousa considera uma “injustiça” […]

Blogs

Recolha de dados e mapeamento da ferrugem amarela em tempo real

O trigo é uma cultura de grande importância para a alimentação humana no mundo. Devido às alterações climáticas, a Puccinia striiformis tritici (Pst), […]

Últimas

Leite – Produtores exigem aumento do preço em consonância com evolução positiva do mercado

A Direção da APROLEP- Associação dos Produtores de Leite de Portugal reafirma a necessidade urgente de aumentar o preço do leite ao produtor para um valor base de 35 cêntimos por litro de leite, […]