Câmara de Braga já destruiu 110 ninhos definitivos de vespa velutina em 2019

Câmara de Braga já destruiu 110 ninhos definitivos de vespa velutina em 2019

O município de Braga tem registado um aumento no número de ninhos de vespa velutina, também conhecida por vespa asiática, e confirma que só este ano, entre janeiro e julho, já destruiu 110 ninhos definitivos.

Numa nota enviada à redação da VETERINÁRIA ATUAL [que pertence ao mesmo grupo que edita a VIDA RURAL], a Câmara Municipal de Braga diz que “está empenhada no combate à vespa velutina” e diz que os Bombeiros Sapadores da cidade têm procedido à eliminação dos ninhos de vespa velutina, vulgo asiática, na cidade de Braga, de acordo com as diretrizes do Plano de Ação a nível nacional.

“A Vespa velutina é uma espécie predadora da abelha europeia e distingue-se da sua espécie europeia pela coloração do abdómen (mais escuro na vespa asiática) e das patas (cor amarela na vespa asiática). Não sendo mais agressivas que a sua congénere europeia, no caso de sentirem os ninhos ameaçados, reagem de modo bastante agressivo, podendo efetuar perseguições até algumas centenas de metros. Após receção de sinalização da existência de ninho de vespas velutinas os Bombeiros Sapadores de Braga procedem ao seu registo e, face à organização interna da Companhia, é distribuído a uma das suas quatro secções, a que corresponde uma área de intervenção para este efeito de cerca de ¼ do território do Município de Braga”, explica a autarquia.

Braga tem registado um aumento no número de ninhos, à semelhança do resto do país. No âmbito do plano de ação, não obstante no corrente ano apenas constar na plataforma a eliminação de 55 ninhos de vespa velutina, foram destruídos outros tantos (55) reportados no ano de 2018, mas que acabaram por ser eliminados apenas no corrente ano de 2019. Ou seja, a Câmara Municipal de Braga, através do serviço dos Bombeiros Sapadores de Braga destruiu 110 ninhos definitivos de vespa velutina em 2019 no período compreendido de janeiro a julho”, conclui.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior FOOD CHAIN, NUTRITION AND WELLBEING.
Próximo Reguengos de Monsaraz reúne 100 expositores em feira de atividades

Artigos relacionados

Nacional

IFAP: apicultores devem fazer declaração anual de existências até 30 de Setembro

O IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas relembra que os apicultores devem proceder à declaração anual de existências de 1 a 30 de Setembro de 2019. […]

Nacional

MAI admite ajuste direto para assegurar meios áreos de combate a incêndios

O ministro da Administração Interna admitiu esta quinta-feira a realização de ajuste diretos para assegurar, em caso de necessidade, os meios aéreos de combate a incêndios rurais, […]

Nacional

Governo lança plano de recuperação florestal de Mação, Sertã e Vila de Rei

O Governo criou um grupo de trabalho que vai elaborar o Plano Integrado de Transformação Territorial para recuperação dos concelhos de Mação, […]