BPI e FEI celebram acordo para apoiar a Agricultura com 95 milhões de euros

BPI e FEI celebram acordo para apoiar a Agricultura com 95 milhões de euros

• BPI disponibiliza linha de financiamento ao setor agrícola com garantia do FEI, ao abrigo do instrumento ESIF EAFRD Portugal FoF.

• Linha BPI/FEI Agricultura apresenta condições de financiamento competitivas e com prazos alargados para investimentos na exploração agrícola, incluindo jovens agricultores, e agroindústria.

O BPI e o Fundo Europeu de Investimento (FEI) estreitaram a sua cooperação, através da assinatura de um acordo de garantia para fomentar o crédito a empresas e empresários do setor agrícola e agroindustrial, com um montante global financiamento de até 95 milhões de euros.

Com base neste acordo, o BPI disponibiliza a Linha BPI/FEI Agricultura, para apoiar os investimentos na exploração agrícola, incluindo jovens agricultores, e na transformação e comercialização de produtos agrícolas, beneficiando de garantia do Fundo Europeu de Investimento, ao abrigo do ESIF EAFRD Portugal FoF .

O FEI concede, assim, ao BPI uma garantia para cobrir 70% do risco de crédito de uma carteira de até 95 milhões de euros de novos empréstimos para financiar investimentos em ativos tangíveis e/ou intangíveis, fundo de maneio e despesas gerais associadas ao projeto de investimento, realizados por empresas e empresários do setor agrícola e agroindustrial, residentes e a operar em Portugal Continental.

A operação permitirá ao BPI disponibilizar financiamento, em condições competitivas, de montantes e prazos alargados (até 15 anos), ajustados às necessidades do setor agrícola e sem consumo de auxílios de minimis.

Nos últimos anos, o BPI e o Fundo Europeu de Investimento (FEI) celebraram vários acordos de garantia, para apoiar empresas de diferentes setores da economia.

A linha BPI/FEI Agricultura vem complementar a vasta oferta do BPI para apoio à tesouraria e ao investimento, de empresas agrícolas e agroindústrias. O Banco aposta igualmente na simplificação do processo de contratação das operações.

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Comente este artigo
Anterior FPAS: Carta Aberta ao Ministro da Educação sobre a Telescola
Próximo Formação online “comunicar para revitalizar” - Para uma otimização da marca e do negócio agrícola

Artigos relacionados

Eventos

Bragança recebe I Congresso Ibero-Americano dedicado à Carne – 24 e 25 de outubro

A Escola Superior Agrária de Bragança acolhe nos dias 24 e 25 de outubro, o I Congresso Ibero-Americano de Marcas de Qualidade de Carne e dos Produtos Cárneos. […]

Dossiers

Governo altera fundo de apoio aos criadores de ovinos inativo há uma década


O Governo alterou, por diploma, a gestão de verbas do fundo de apoio aos criadores de ovinos, criado em 1998 para adiantamentos para as tosquias, […]

Últimas

Reflorestação é a melhor solução para combater alteraçoes climáticas

A reflorestação do planeta é a solução mais eficaz para combater as alterações climáticas, tendo o potencial de capturar dois terços das emissões de dióxido de carbono produzidas pela humanidade, […]