BEI e Crédito Agrícola garantem 200 milhões de euros para financiar empresas

BEI e Crédito Agrícola garantem 200 milhões de euros para financiar empresas

Lisboa, 23 de Outubro de 2018 – O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu um empréstimo de 100 milhões de euros ao Crédito Agrícola destinado a facilitar o acesso ao crédito às PME e midcaps localizadas principalmente em Portugal. A este valor, o Crédito Agrícola acrescentará mais 100 milhões, o que significa que será disponibilizado um total de 200 milhões de euros. A Vice-Presidente do BEI, Emma Navarro, e o Presidente do Conselho de Administração Executivo do CA, Licínio Pina, ratificaram o acordo em Lisboa.

Esta verba destina-se a apoiar pequenos projectos de investimento em diferentes sectores da indústria e serviços. Além das pequenas e médias empresas, as entidades do sector público, como os municípios, e outras entidades do sector privado são também elegíveis para financiamento, incluindo investimentos em saúde, educação, energia e instalações necessárias para fornecer um serviço ao público.

O Crédito Agrícola irá transferir as vantagens do financiamento do BEI para os beneficiários finais, tanto em termos de maturidade como de taxas de juro. Ao abrigo deste acordo, o BEI irá financiar até 100% do custo total do projecto para as PME e midcaps (com um máximo de 12,5 milhões de euros por projecto) e até 50% para outros tipos de projectos.

Na cerimónia de assinatura, a Vice-Presidente do BEI, Emma Navarro, sublinhou “o importante contributo deste acordo para fomentar o crescimento económico e a criação de emprego em Portugal. As PME são fundamentais para o emprego no país e o seu financiamento é uma das prioridades do BEI. Com este novo acordo, o BEI e o CA unem forças para assegurar que as pequenas e médias empresas portuguesas, muitas das quais operam no sector agrícola, beneficiem do financiamento do BEI com vantagens financeiras e prazos mais longos”.

Este é já o segundo empréstimo de financiamento a PME acordado entre o BEI e o Crédito Agrícola. O anterior foi assinado em 2015 e contribuiu para apoiar pequenas empresas que operam principalmente nos sectores agrícola e industrial.

Comente este artigo
Anterior Congresso GS1 Portugal: transformação digital potencia oportunidades globais
Próximo Workshop "Observação e interpretação de perfis de solo no âmbito da Gestão Sustentável dos Solos"

Artigos relacionados

Comunicados

Sapec agro apoia o projeto “horta solidária”, uma iniciativa da federação portuguesa dos bancos alimentares contra a fome

A Sapec Agro Portugal renovou neste mês de Abril o acordo de cooperação que mantém há 7 anos com o projeto “Horta Solidária”, uma iniciativa criada pela Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra e Fome (FPBA) e a Direção Geral de Serviços Prisionais.
A renovação do acordo de cooperação teve lugar no Banco Alimentar de Setúbal que, […]

Nacional

CDS questiona ministros da Agricultura e do Ambiente sobre medidas para mitigar efeitos da seca

As deputadas Patrícia Fonseca e Ilda Araújo Novo, do CDS-PP, questionaram os ministros da Agricultura, Floresta e Desenvolvimento Rural e do Ambiente sobre quais as medidas que estão a ser tomadas para mitigar os efeitos da seca.
Ao Ministro da Agricultura, Floresta e Desenvolvimento Rural (MAFDR), […]

Nacional

IFAP acusa beneficiários de má-fé e de falta de transparência

Promovidas pelo IFAP e pelas Direções Regionais de Agricultura e Pescas, têm estado a decorrer diversas Ações de Formação subordinadas ao tema “Recolha e submissão dos pedidos de pagamento das medidas de investimento do FEADER e FEAMP”, especialmente dirigidas aos beneficiários […]