BEI e Crédito Agrícola garantem 200 milhões de euros para financiar empresas

BEI e Crédito Agrícola garantem 200 milhões de euros para financiar empresas

Lisboa, 23 de Outubro de 2018 – O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu um empréstimo de 100 milhões de euros ao Crédito Agrícola destinado a facilitar o acesso ao crédito às PME e midcaps localizadas principalmente em Portugal. A este valor, o Crédito Agrícola acrescentará mais 100 milhões, o que significa que será disponibilizado um total de 200 milhões de euros. A Vice-Presidente do BEI, Emma Navarro, e o Presidente do Conselho de Administração Executivo do CA, Licínio Pina, ratificaram o acordo em Lisboa.

Esta verba destina-se a apoiar pequenos projectos de investimento em diferentes sectores da indústria e serviços. Além das pequenas e médias empresas, as entidades do sector público, como os municípios, e outras entidades do sector privado são também elegíveis para financiamento, incluindo investimentos em saúde, educação, energia e instalações necessárias para fornecer um serviço ao público.

O Crédito Agrícola irá transferir as vantagens do financiamento do BEI para os beneficiários finais, tanto em termos de maturidade como de taxas de juro. Ao abrigo deste acordo, o BEI irá financiar até 100% do custo total do projecto para as PME e midcaps (com um máximo de 12,5 milhões de euros por projecto) e até 50% para outros tipos de projectos.

Na cerimónia de assinatura, a Vice-Presidente do BEI, Emma Navarro, sublinhou “o importante contributo deste acordo para fomentar o crescimento económico e a criação de emprego em Portugal. As PME são fundamentais para o emprego no país e o seu financiamento é uma das prioridades do BEI. Com este novo acordo, o BEI e o CA unem forças para assegurar que as pequenas e médias empresas portuguesas, muitas das quais operam no sector agrícola, beneficiem do financiamento do BEI com vantagens financeiras e prazos mais longos”.

Este é já o segundo empréstimo de financiamento a PME acordado entre o BEI e o Crédito Agrícola. O anterior foi assinado em 2015 e contribuiu para apoiar pequenas empresas que operam principalmente nos sectores agrícola e industrial.

Comente este artigo
Anterior Congresso GS1 Portugal: transformação digital potencia oportunidades globais
Próximo Workshop "Observação e interpretação de perfis de solo no âmbito da Gestão Sustentável dos Solos"

Artigos relacionados

Nacional

Falecimento da Eng.ª Maria Antónia Figueiredo

A CONFAGRI cumpre o doloroso dever de comunicar o falecimento da sua Secretária-Geral Adjunta, Eng.ª Maria Antónia da Silva Figueiredo, aos 60 anos, […]

Sugeridas

PS, PSD e CDS comprometem-se a priorizar agricultura no próximo mandato

No debate promovido pela CAP, PS, PSD e CDS deixaram a garantia de que a Agricultura é um tema relevante nas suas agendas políticas, destacando como prioridades para a próxima legislatura o financiamento ao sector, a reforma da floresta e a gestão eficiente dos recursos hídricos. Agricultores disponíveis para “pontes de diálogo” com todos os partidos. […]

Últimas

Governo declara emergência energética. Abastecimento limitado a 15 litros nos postos da rede estratégica

Serviços mínimos a partir de 50%. Rede de postos de emergência inclui 374 estabelecimentos.
O Governo declarou nesta quarta-feira o estado de emergência energética e anunciou serviços mínimos e outras medidas a vigorar a partir das 00h de 12 de Agosto perante a anunciada greve dos motoristas de matérias perigosas,  […]