BE quer saber tipo de resíduos usados nas centrais de biomassa de Viseu e Fundão

BE quer saber tipo de resíduos usados nas centrais de biomassa de Viseu e Fundão

O Bloco de Esquerda (BE) desafiou o Governo a esclarecer a quantidade de rolaria e de outra madeira de qualidade e de biomassa de resíduos florestais tem sido utilizada nas centrais termoelétricas de Viseu e Fundão.

Numa pergunta dirigida ao ministro do Ambiente e da Ação Climática e hoje divulgada, os deputados do BE, Ricardo Vicente, Maria Manuel Rola e Fabíola Cardoso salientam que segundo a associação ambientalista Zero, as novas centrais termoelétricas a biomassa florestal de Viseu e Fundão, “estarão a recorrer a rolaria e outra madeira de qualidade para produzir energia elétrica, ao invés de utilizarem biomassa proveniente de resíduos florestais”.

Já no decorrer deste ano, a associação ambientalista Zero exigiu ao Governo a suspensão da “atribuição de subsídios” às novas centrais elétricas que utilizam biomassa, no Fundão e em Viseu, uma vez que estão a queimar, “praticamente na totalidade”, madeira de qualidade.

“A Zero constatou no terreno que as duas novas centrais de biomassa de Fundão [distrito de Castelo Branco] e Viseu estão a queimar, na totalidade ou praticamente na totalidade, respetivamente, madeira de qualidade, não utilizando, como seria desejável e está contratualizado, biomassa residual”, explicitou à Lusa a associação.

De acordo com esta organização, as duas centrais, que vão receber “226 milhões de euros de subsidiação pública em 15 anos”, não contribuem para o “aproveitamento dos resíduos florestais” e redução do risco de incêndios.

Face à existência de dúvidas sobre o tipo da biomassa que abastecerá as novas centrais, os deputados bloquistas querem saber de que forma garante o Governo a articulação da atividade das centrais a biomassa com os instrumentos de prevenção de incêndios rurais e de gestão territorial.

“O Governo confirma os apoios públicos às centrais termoelétricas de Viseu e Fundão na ordem dos 226 milhões de euros durante 15 anos? Considera o Governo condicionar a subsidiação pública das centrais termoelétricas ao uso exclusivo de biomassa proveniente de resíduos florestais?” – questionam os deputados.

O BE quer ainda saber qual é o número de centrais termoelétricas a biomassa florestal licenciadas em Portugal e de que forma é assegurado o abastecimento de biomassa de resíduos florestais às centrais termoelétricas em atividade para que laborem à sua capacidade máxima.

“Que proporção de rolaria e outra madeira de qualidade, por um lado, e de biomassa proveniente de resíduos florestais, por outro, tem sido utilizada pelas centrais termoelétricas de Viseu e Fundão desde o início da sua atividade?, perguntam.

Por último, questionam ainda o Governo sobre o volume de biomassa proveniente de resíduos florestais é produzido anualmente em Portugal.

Continue a ler este artigo no SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior E-commerce alimentar e informação ao consumidor no pós-COVID-19 entre a due diligence e inovação digital - Francesco Montanari
Próximo "Vim fazer uma homenagem à pesca e à agricultura portuguesas": Marcelo faz compras em mercado na Ericeira

Artigos relacionados

Últimas

Inscrições abertas para a Asia Fruit Logistica

A Asia Fruit Logistica foi este ano adiada para 18 a 20 de Novembro devido ao surto de covid-19. Esta importante feira internacional do sector das […]

Nacional

Paisagem da vinha do Pico em destaque na Feira Nacional da Agricultura

Uma representação das tradicionais curraletas de vinha da ilha do Pico vão estar em destaque na entrada do recinto da 56.ª Feira Nacional da Agricultura, […]

Dossiers

Proponen que el Gobierno dé financiación especial a las CCAA para licitar 5.300 millones de los PDR para final de año

Ante la proximidad del fin de la vigencia del actual Programa de Desarrollo Rural (PDR) 2014-2020, el Institut Agrícola insta al Gobierno central a […]