Bayer recebe reconhecimento especial das Nações Unidas pelo seu apoio aos pequenos agricultores, através do modelo de parceria Better Life Farming

Bayer recebe reconhecimento especial das Nações Unidas pelo seu apoio aos pequenos agricultores, através do modelo de parceria Better Life Farming

Apresentado pelo Fórum PPP (Parceria Público-Privada) das Comissão Económica daa Nações Unidas para a Europa (UNECE), Better Life Farming foi galardoado com o prémio Build Back Better Infrastructure Award for Stakeholder Engagement

A distinção está alinhada com o tema “Construir Melhor” do Fórum PPP da UNECE deste ano, que reconhece o pensamento inovador e as ideias criativas que fazem avançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, enquanto se reconstroem as comunidades globais após a COVID

Das 66 apresentações globais, Better Life Farming foi um dos 6 projetos a receber um reconhecimento especial

Better Life Farming (BLF), o modelo de parceria global multistakeholder da Bayer, recebeu um louvor na 5ª edição do Fórum Internacional de Parcerias Público-Privadas (PPP’s) da Cooperação e Integração Económica das Nações Unidas (UNECE), no âmbito dos Prémios Build Back Better Infrastructure Awards 2021.

Build Back Better foi o tema do Fórum Internacional de PPP da UNECE deste ano, que decorreu de 22 a 26 de Abril. Numa época sem precedentes, em que a pandemia da COVID-19 afetou comunidades a nível mundial, a UNECE realizou um concurso para encontrar os projetos mais resilientes, que envolviam parcerias público-privadas em todo o mundo, que colocavam as pessoas no centro das suas operações e podiam ajudar as comunidades a manterem-se, reconstruirem-se e avançarem no contexto pós-pandémico.

A UNECE recebeu 66 candidaturas de 25 países, sendo que cada um teve de abranger pelo menos um dos seguintes temas: empoderamento das partes interessadas e da comunidade; pobreza e desigualdades; empoderamento das mulheres; sustentabilidade ambiental, alterações climáticas e resiliência.

O BLF, que fornece soluções holísticas e inovadoras para os pequenos agricultores nas economias em desenvolvimento, foi selecionado pelo seu envolvimento com os stakeholders no apoio à melhoria dos meios de subsistência nas comunidades rurais. Em conjunto com as comunidades agrícolas da Indonésia, Índia e Bangladesh e mais de 20 parcerias locais impulsionadas pelos seus parceiros globais – Bayer, Netafim e a Corporação Financeira Internacional (IFC) do Banco Mundial – o modelo BLF oferece oportunidades empresariais a homens e mulheres, para adquirirem e operarem Centros de Agricultura Better Life. Os centros, que atualmente abrangem mais de 300.000 pequenos agricultores nos países mencionados, permitem aos agricultores comprar sementes, soluções de proteção de culturas, soluções de irrigação, bem como ter um melhor acesso a mercados e soluções financeiras. O modelo é também apoiado pelos governos locais que apoiam a expansão do BLF como parte das suas estratégias de desenvolvimento rural.

“A agricultura é a espinha dorsal fundamental das economias rurais”, sublinhou Lino Dias, Vice-Presidente do Smallholder Farming Bayer. “Isto significa que com um ecossistema empresarial eficaz, liderado por parcerias para enfrentar os desafios dos pequenos agricultores rurais, permitindo que estes prosperem, estaremos a melhorar não só a sua subsistência, mas também a reforçar o desenvolvimento rural. Isto contribui para muitos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para 2030, que visam acabar com a fome e alcançar a segurança alimentar”.

Atualmente, existem 550 milhões de pequenos agricultores em todo o mundo com explorações agrícolas com menos de 10 hectares, sendo que muitos deles têm explorações agrícolas com menos de dois hectares. Quase metade destas pequenas e marginais explorações agrícolas são exploradas por mulheres.

Better Life Farming foi um dos 6 projetos a receber o reconhecimento da Build Back Better. O BLF pretende aumentar o número de centros dos mais de 640 atuais para mil, até ao final deste ano. A Bayer está empenhada em permitir que 100 milhões de pequenos agricultores, em países de baixo e médio rendimento, desenvolvam o seu potencial agrícola como parte dos compromissos de sustentabilidade da empresa para 2030.

Comente este artigo
Anterior Nações Unidas discutiram formas de reverter a perda de floresta a nível global e aumentar os benefícios que proporcionam, e analisaram ainda os impactos COVID no sector
Próximo Cotações - Aves e Ovos - 26 de abril a 2 de maio 2021

Artigos relacionados

Notícias inovação

Projeto europeu liderado pela FCTUC recorre a drones e ao Programa Copernicus para deteção remota de pragas florestais.

O uso combinado de informação obtida através de imagens fornecidas pelo programa europeu de satélites de observação da Terra Copernicus e por drones é eficaz na deteção precoce de pragas florestais […]

Comunicados

Axial Pro: nova solução herbicida Syngenta para trigo e cevada

A Syngenta apresenta nova formulação do Axial, um herbicida para controlo das infestantes de folha estreita em trigo e cevada. O Axial Pro é mais robusto e simples de aplicar, […]

Dossiers

Forests Forward: nova plataforma do WWF para proteger as florestas

Chama-se Forests Foward e é uma nova plataforma do WWF destinada a combater a desflorestação e a degradação das florestas […]