BASF anuncia o registo de uma nova substância activa insecticida

BASF anuncia o registo de uma nova substância activa insecticida

A BASF iniciou o processo de registo global de uma nova substância activa de insecticida. A empresa já deu início aos processos regulatórios para o insecticida Axalion na Austrália e na Coreia, marcando um importante passo no seu processo de expansão de portfólio e no objectivo da empresa de fornecer soluções sustentáveis para a agricultura. Em 2021, o produto também será apresentado na União Europeia, Brasil e Índia e, nos próximos anos, em outros mercados-chave.

«A descoberta e o desenvolvimento do novo princípio activo Axalion reafirma o nosso compromisso em oferecer aos agricultores soluções sustentáveis que os ajudem a encontrar o equilíbrio entre a produtividade agrícola, a protecção do meio ambiente e as necessidades da sociedade», afirma Harold Bastiaans , vice-presidente do Departamento de Pesquisa de Insecticidas da Divisão de Soluções Agrícolas da BASF.

«Axalion é um insecticida eficaz contra pragas que são prejudiciais às plantações. Ao mesmo tempo, é altamente compatível com insectos auxiliares, incluindo polinizadores, e representa outro exemplo de como podemos integrar com sucesso os critérios de sustentabilidade em todo o nosso processo de pesquisa e desenvolvimento».

Segundo um comunicado da empresa, Axalion «é o único representante de uma nova classe química descoberta pela BASF. Graças ao seu novo modo de acção e a sua capacidade de distribuição dentro da planta, este insecticida oferecerá aos agricultores um controle altamente eficaz de muitas pragas causadas por tripes, moscas brancas e pulgões, que podem causar perdas devastadoras nas colheitas e baixo rendimento. Axalion controla rapidamente as pragas, evitando que os insectos se alimentem. Isso reduz a perda de nutrientes para a planta e também evita que a praga transmita doenças, o que se traduz em plantas e lavouras mais saudáveis, com melhor desempenho e alta qualidade. Ao mesmo tempo, extensos testes realizados pela BASF mostraram que os usos propostos para Axalion são seguros para o meio ambiente, tanto no nível do solo, como para organismos aquáticos, bem como para insectos, incluindo polinizadores, e as aves».

«Com este novo insecticida, desenvolvido em conjunto com os nossos clientes, podemos dar respostas aos verdadeiros desafios do agricultor: a necessidade de soluções eficazes, implementar modelos ecologicamente correctos e uma gestão mais eficaz», assegura Neil Bentley, vice-presidente do Departamento de Marketing Estratégico para Insecticidas da Divisão de Soluções Agrícolas da BASF.

O Axalion será registado para várias culturas hortofrutícolas, entre elas vinha, batata, soja e outras leguminosas, algodão e cereais. O insecticida também estará disponível para flores e plantas ornamentais. Os primeiros produtos à base de Axalion deverão ser lançados na Austrália e na Coreia  em 2023 e em 2024 na Índia. A introdução no mercado europeu está prevista para 2026.

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Previsão período alargado - 25 jan. a 22 fev. 2021
Próximo Previsão sazonal - fev. a abril. 2021

Artigos relacionados

Notícias PAC pós 2020

Ministra da Agricultura não atira “a toalha ao chão” e retoma trabalhos para fechar PAC em junho

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, disse hoje recusar-se a “atirar a toalha ao chão”, acrescentando que na segunda-feira recomeçam os trabalhos para concluir a reforma da […]

Nacional

III MBIA Talk – Como pode o conhecimento levar inovação ao terreno agrícola – 30 de Novembro 2017- Lisboa

Realiza-se, no próximo dia 30 de novembro, a partir das 9h30, no Altis Belém Hotel (Doca do Bom Sucesso), em Lisboa, […]

Dossiers

CAP transitional regulation: informal deal on how to fund farmers

The Council concluded today an informal deal with the European Parliament on how to extend current CAP rules until the end of 2022 and disperse the extra €8.07 billion of the European […]