Barragem de Alqueva a 2,6 metros de alcançar a sua cota de pleno armazenamento

Barragem de Alqueva a 2,6 metros de alcançar a sua cota de pleno armazenamento

O nível de água da Barragem de Alqueva continua a subir. Faltam apenas 2,6 metros para alcançar a sua cota máxima.

Desde o início do ano, já foi armazenada mais do que a quantidade gasta em 2020. O nível da água tem aumentado mais de 30 centímetros por dia este ano.

A Barragem de Alqueva começou a encher no passado mês de outubro, mas de uma forma mais acelerada, a partir de janeiro deste ano.

Só neste mês de fevereiro, a sua cota já subiu 3,5 metros.

19 anos depois de ter encerrado as comportas, está agora próxima de atingir, pela quinta vez na sua história, a cota de pleno armazenamento.

A água armazenada garante o fornecimento de água durante os próximos três anos para a agricultura e outras barragens e ainda para produzir energia.

Para todos os agricultores da região, este é um “balão de oxigénio”.

Recorde-se que a barragem encheu pela primeira vez em 12 de janeiro de 2010, sendo que a última vez que o Alqueva conheceu a plenitude de água foi no início de 2014 onde atingiu o armazenamento de 4150 hectómetros cúbicos (hm3) de água, à cota de 152 metros.

A Barragem de Alqueva é o maior lago artifical da Europa e a mais importante reserva de água do Sul.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Campanário.

→ Aceda aqui à reportagem da SIC ←

Comente este artigo
Anterior Pinhão, o “ouro branco” que é um luxo da floresta
Próximo Webinar: Serviços de Ecossistema dos Montados na nova PAC - 25 de fevereiro

Artigos relacionados

Dossiers

Oferta de emprego – Doutorado – Ciências Agrárias – Aveiro

Exercício de atividades de investigação científica na área científica de Ciências e Engenharia do Ambiente, com vista ao desenvolvimento de trabalhos […]

Nacional

CIMAA aprova adjudicação de concurso público relativo à Barragem do Pisão

Na passada quinta-feira, dia 13 de agosto, o Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) reuniu por videoconferência, “tendo estado em destaque […]

Nacional

Rurbanização, neorurais e 2ª ruralidade – António Covas

Num país tão pequeno como Portugal, o problema principal não será o “repovoamento e o stock populacional” de zonas de baixa densidade, mas, a organização virtuosa da mobilidade […]