Azeites da CAMB voltam a receber prémios internacionais

Azeites da CAMB voltam a receber prémios internacionais

O Azeite Virgem Extra Premium e o Azeite Moura DOP, da Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos (CAMB), foram premiados no World Edible Oils Paris 2019, a 17.ª edição do concurso internacional AVPA-Paris 2019. Neste concurso, o Azeite Virgem Extra Premium recebeu uma medalha de bronze e o Azeite Moura DOP conquistou uma medalha de prata.

A entrega dos prémios teve lugar em Paris no dia 25 de Abril. Recorde-se que estes dois azeites já tinham conquistado outros prémios noutros concursos internacionais (ver as notícias relacionadas).

Henrique Herculano, director de marketing da CAMB, salienta que «participaram neste concurso internacional cerca de 300 azeites de todo o Mundo, que, segundo a organização, apresentaram uma “qualidade de excelência”». Para Henrique Herculano, «o que reforça ainda mais a importância» das medalhas conquistadas pelos dois azeites.

Notícias relacionadas

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Capoulas Santos atribui campanha contra agricultura intensiva “àqueles que são contra o desenvolvimento” do Alentejo
Próximo Indústria alimentar e setor da Distribuição chegam a acordo para reformulação nutricional de 11 categorias de produto

Artigos relacionados

Nacional

EyesOnTraps: inteligência artificial para prevenção de pragas nas vinhas

Os investigadores do centro Fraunhofer AICOS (FhP-AICOS) estão a desenvolver uma solução móvel para prevenção de pragas na vinha.
O projeto EyesOnTraps, […]

Nacional

Valorização de produtos mediterrânicos tradicionais: o contributo do projeto REALMed

[Fonte: Rede Rural Nacional] O Porco Alentejano, criado em montanheira, permite uma harmonia perfeita entre um sistema produtivo amigo do ambiente e a procura sofisticada de produtos tradicionais de alta qualidade. […]

Últimas

Previsão do tempo para a semana 18 – 24 Outubro

A previsão para esta semana aponta para a influencia de uma área complexa de baixas pressões a oeste do território, que deverá enfraquecer lentamente a partir de 5ª feira. […]