Azeite da Quinta do Portal vence Ouro no concurso de Trás-os-Montes e Alto Douro

Azeite da Quinta do Portal vence Ouro no concurso de Trás-os-Montes e Alto Douro

O azeite da Quinta do Portal arrecadou uma medalha de ouro no II Concurso de Azeite Virgem de Trás-os-Montes e Alto Douro, na categoria de Frutado Maduro.

Em prova estiveram 66 exemplares, que se submeteram ao julgamento do júri em diferentes categorias. O Quinta do Portal Azeite Extra Virgem Premium é complexo, medianamente frutado de azeitonas maduras, com notas marcadas de folha de oliveira, erva fresca e frutos secos. É ainda levemente picante e amargo, tendo um final persistente em boca.

O resultado final deste “azeite de eleição espelha aquilo que é a filosofia que a Quinta do Portal aplica nos seus processos de produção, da viticultura à olivicultura: o máximo respeito pelo fruto e pelo seu potencial, tirando o máximo partido do melhor de cada parcela”, refere um comunicado do produtor.

Azeite Virgem Extra

O Quinta do Portal Azeite Virgem Extra é obtido a partir das variedades Madural (40%), Cordovil (30%), Verdeal (20%) e Cobrançosa (10%). Para a produção de um litro de azeite, são necessários 8,8 quilos de azeitona.

A aposta na área da olivicultura por parte da Quinta do Portal é relativamente recente. Em 2017, iniciaram-se duas novas plantações de olival, uma em bordadura na Quinta do Confradeiro e uma outra em sistema contínuo. Estas novas plantações juntam-se, assim, a um outro olival que já estava em produção.

O azeite da Quinta do Portal foi também eleito no ano passado o melhor azeite no concurso I Brazil IOOC – International Olive Oil Competition, que se realizou em São Paulo, no Brasil. Ao todo foram mais de 90 azeites que estiveram em avaliação, provenientes de países como Espanha, Itália, Argentina ou o Líbano, e que se submeteram ao exigente julgamento de 12 especialistas internacionais, entre os quais estavam sommeliers, jornalistas, engenheiros agrónomos e chefs de cozinha.

Quinta do Portal

A Quinta do Portal é uma empresa que se dedica desde 1990 à produção de vinhos generosos e de mesa de elevada qualidade. Situada em Sabrosa, porta de entrada para a paisagem do Alto Douro Vinhateiro, Património Mundial da Humanidade, a Quinta do Portal desenvolveu uma política de internacionalização com participação regular nos maiores certames da especialidade, onde a qualidade dos seus vinhos e adega têm sido premiadas.

O enoturismo é outra das apostas da quinta, com a unidade hoteleira da Casa das Pipas e a já célebre adega gizada pelo arquitecto Álvaro Siza Vieira, a constituírem pólos de atracção na paisagem do Douro.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Cadeia Agroalimentar repudia possibilidade de desmembramento da DGAV
Próximo Incêndios. Proibição de trabalho agrícola debaixo de fogo

Artigos relacionados

Últimas

Oferta de estágio – Engenheiro Agrónomo – Óbidos

O Centro de Gestão da Empresa Agrícola de Óbidos pretende recrutar jovem para estágio profissional,
Competências Técnicas:
Licenciatura em Engenharia Agrónoma ou similar; […]

Notícias florestas

“Não estamos no quadro de honra” quando falamos de conservação da Natureza, diz Filipe Duarte Santos

Apesar de ser “um hotspot de biodiversidade”, Portugal “não tem sabido gerir essa riqueza, o que se reflete na perda de espécies e de habitats”. Adotar uma gestão ativa das áreas protegidas […]

Últimas

InnovPlantProtect recebe prémio “Investimento que Marca”

Laboratório colaborativo de Elvas distinguido pela Vida Rural como “o investimento mais relevante no último ano no setor agrícola e agroindustrial”. […]