Azeite alentejano é reconhecido como sabor do ano 2018

Azeite alentejano é reconhecido como sabor do ano 2018

O Azeite de Moura DOP Virgem Extra, da CAMB (Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos), acabou de ser reconhecido como Sabor do Ano 2018 – um reconhecimento provado e aprovado diretamente pelos consumidores, que, através de uma prova cega de deugstação, o identificaram como um dos melhores azeites de Portugal.

Este reconhecimento vem reforçar a qualidade do Azeite de Moura DOP Virgem Extra, que tem vindo a ser reconhecido tanto a nível nacional como internacional e que conquista agora, pelo terceiro ano consecutivo, o título de Sabor do Ano. Em 2017, este azeite conquistou também as medalhas de ouro no Concurso Nacional de Azeites  e na Feira Nacional de Olivicultura 2017.

O Azeite de Moura DOP Virgem Extra da CAMB conjuga de modo perfeito três cultivares de azeitona (galega, verdeal e cordovil), revelando uma ondulação fresca e intensa de aromas de vegetais verdes que oscilam com a suavidade de aromas de frutos secos. Estas características de verdes e maduros aromatizam e complementam muito bem as confeções gastronómicas de aromas discretos e complexos como saladas de alface, carnes brancas, peixes magros, massas e arroz branco, queijo frescos e pouco curados.

O Azeite de Moura DOP Virgem Extra da CAMB pode ser encontrado em garrafas de 500 ml, 750 ml e 5 lt nos princípais super e hipermercados portugueses.

Comente este artigo
Anterior Sessão pública sobre o Programa Regional de Ordenamento Florestal do Alentejo em Almodôvar
Próximo Apostar na Prevenção e Cuidar da Floresta - 14 de Fevereiro - Barcelos

Artigos relacionados

Últimas

Feira dos Sabores do Tejo volta a Vila Velha de Ródão

[Fonte: Agricultura e Mar]
A Feira dos Sabores do Tejo volta a Vila Velha de Ródão, nos dias 28, 29 e 30 de Junho, com uma edição dedicada ao tema da sustentabilidade e muita animação musical.
A Feira dos Sabores do Tejo de 2019 arranca amanhã, […]

Nacional

Mercado da Colômbia está aberto à exportação de laranjas e outras frutas nacionais

[Fonte: Agricultura e Mar]

O Governo abriu um novo mercado para os fruticultores nacionais, para o qual podem ser canalizadas as produções de laranjas, ameixas, pêssegos e nectarinas. Trata-se do mercado da Colômbia, que este Governo já tinha aberto para pêra e maçã […]

Dossiers

Sonae MC vê limitado impacto da entrada da Mercadona

Fonte: [Jornal de Negócios]
No prospecto da OPV, a Sonae MC alerta, no entanto, para os riscos de ter de reforçar uma política de preços agressivas que poderá levar a pressões sobre os fornecedores.
Como habitualmente nestas operações, o propecto da Oferta Pública de Venda (OPV) da Sonae MC descreve um conjunto de riscos para que os futuros investidores fiquem alertados para eventuais mudanças ao nível do negócio. […]