Autoridade para as Condições de Trabalho adotou mais de 300 procedimentos inspetivos

Autoridade para as Condições de Trabalho adotou mais de 300 procedimentos inspetivos

Em janeiro, a ACT realizou 244 ações inspetivas em empresas que registaram acidentes de trabalho mortais ou graves em 2016 – principalmente no setor das indústrias transformadoras, construção e agricultura – e registou mais de 500 irregularidades em matéria de segurança e saúde no trabalho.

As irregularidades relacionaram-se, sobretudo, com “falta de informação e formação de trabalhadores em segurança e saúde no trabalho, segurança de máquinas e equipamentos, inexistência e insuficiente avaliação de riscos, falta de sinalização de segurança e meios de combate a incêndios”, lê-se no comunicado divulgado.

Comente este artigo
Anterior Coopération agricole La CR manifeste contre « les dérives des coopératives » en occupant le HCCA
Próximo Protocolo de Colaboração entre a Bolsa Nacional de Terras e a Bolsa de Terras de Vagos

Artigos relacionados

Últimas

Combate ao fogo no Fundão está a decorrer “favoravelmente”

[Fonte: Expresso]

O combate ao fogo que deflagrou esta sexta-feira, em Peroviseu, Fundão, distrito de Castelo Branco, está a decorrer “favoravelmente” e a expectativa é que possa estar dominado nas próximas horas, disse à Lusa o comandante da Proteção Civil no teatro de operações. […]

Últimas

Regantes defendem que produtividade económica da água deve ser prioridade nos futuros apoios da PAC

[Fonte: Voz do Campo]

Num momento em que se discute o futuro da Política Agrícola Comum (PAC) e se aproximam as eleições para o Parlamento Europeu, a FENAREG emitiu um comunicado onde considera que “os países do Sul da Europa devem concertar posições para defender o futuro da agricultura de regadio na União Europeia, […]

Nacional

Condições para exportação de vegetais para o Reino Unido caso não haja acordo no Brexit

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

As autoridades inglesas enviaram informação às autoridades portuguesas dando conta das condições de exportação de vegetais e produtos vegetais para o Reino Unido, caso não exista acordo no âmbito do Brexit.
Assim, realça-se que os produtos vegetais que actualmente circulam no território da União Europeia sem exigências fitossanitárias particulares (sem exigência de passaporte fitossanitário), […]