Assim seja Sra. Ministra!

Assim seja Sra. Ministra!

A Revista Voz do Campo publica nesta edição de fevereiro uma longa entrevista a Maria do Céu Albuquerque, depois de recentemente ter assumido a pasta da agricultura.

O projeto da Ministra para o país, as grandes estratégias e o que já conseguiu percecionar das inúmeras visitas que tem realizado de Norte a Sul, são alguns dos temas desenvolvidos nesta entrevista.

Maria do Céu Albuquerque desde logo faz questão de reconhecer que há muito trabalho (bem) feito, mas a expressão que mais usa nas respostas às nossas questões é: “temos de ir mais longe”. Sem dúvida uma postura que reflete vontade de trabalhar e inovar, dois verbos fundamentais para o sucesso da sua ação política. Nas suas palavras sublinha a “responsabilidade de preservar a agricultura nas suas formas mais tradicionais, mas com a capacidade de inovar”.

A nova Ministra da Agricultura quer trazer mais jovens para a produção agrícola e para a produção de tecnologias a ser colocada ao serviço da agricultura de precisão. Entende que a sua intervenção governativa deve fundamentar-se nas alterações climáticas, na digitalização, nas desigualdades e na demografia, quatro desafios que diz enfrentar com sentido de responsabilidade para manter uma política de proximidade, com os agricultores. Refere ainda ao longo da entrevista que a sua equipa está a desenvolver uma agenda, chamada de ‘Inovação na Agricultura’, ao mesmo tempo que quer ir mais longe no que diz respeito à capacidade das Organizações de Produtores. A “Agricultura Ligada” é também uma das muitas ambições de Maria do Céu Albuquerque, uma prática que passa por valorizar o potencial económico da Assim seja Sra. Ministra! agricultura e assim aumentar a atratividade das zonas rurais, com apostas fortes no turismo, na gastronomia, no artesanato e na cultura.

Por enquanto são boas palavras, com o tempo traduzir-se-ão em ações que todos esperamos ver coroadas de sucesso. Assim seja Sra. Ministra!

Editorial – Edição de fevereiro 2020

Paulo Gomes, Diretor

Adquira aqui a revista ↵

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Coronavírus. Governo acredita em “consequências bastante positivas” para as exportações
Próximo Vitacress destaca sustentabilidade ambiental e produtos biológicos na Fruit Logistica

Artigos relacionados

Nacional

As chuvas de dezembro trouxeram madeira até às praias da Figueira da Foz. A Câmara está a limpar e diz que não multa quem quiser levar

As inundações na região a montante da Figueira da Foz, litoral do distrito de Coimbra, e o forte caudal do rio Mondego, […]

Nacional

Montaria da Torre Bela. Secretário de Estado das Florestas quer proibir métodos de caça

Mais do que mudar a lei da caça, o secretário de Estado diz ser preciso mudar as regras, por exemplo, dando mais força e capacidade de atuação, tanto ao Instituto de Conservação da Natureza e da Floresta como à GNR. […]

Últimas

ADIADO – Macfrut 2021: Congresso de Frutas Tropicais será dedicado ao abacate – 4 e 6 de maio de 2021

Fruit & Veg Professional Show – Rimini – Expo Centre
Tuesday 4, Wednesday 5, Thursday 6 May 2021
from 9.30 to 18.00

O programa da terceira edição do Congresso de Frutas Tropicais, […]