Aprovada linha de crédito bonificada para o setor das flores

Aprovada linha de crédito bonificada para o setor das flores

Valor total de 20 milhões de euros dirige-se aos produtores de flores de corte e plantas ornamentais

Foi aprovado hoje em Conselho de Ministros, o decreto-lei que cria uma linha de crédito, no montante global de 20 milhões de euros, com juros bonificados a 80%, a conceder pelo prazo máximo de quatro anos. Esta linha de crédito bonificada é dirigida aos produtores de flores de corte e plantas ornamentais, para fazer face às dificuldades enfrentadas por estes, decorrentes da atual situação que o país enfrenta, causada pela Covid-19.

Neste contexto, pretende-se disponibilizar aos produtores do setor, a custos reduzidos, os meios financeiros necessários à manutenção da atividade, que lhes permita a liquidação ou renegociação de dívidas, junto de fornecedores de fatores de produção, de instituições de crédito ou demais entidades habilitadas por lei à concessão de crédito.

“Esta é uma medida que visa criar condições de tesouraria para a retoma de um setor muito importante e que não usufruiu de outros apoios e foi muito afetado por esta pandemia”, esclarece a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

Comente este artigo
Anterior Pedrógão Grande: Autarca de freguesia diz que novo incêndio “será pior” do que em 2017
Próximo Webinar 30 anos CEACV - Agricultores: guardiões do ambiente - 18 de setembro

Artigos relacionados

Últimas

Calda sulfocálcica – modos de preparação e utilização

Nos últimos três anos, os agricultores de anona têm registado perdas consideráveis nos rendimentos produtivos. Estas perdas económicas estão associadas sobretudo às condições adversas que têm ocorrido na época de floração/vingamento […]

Dossiers

Área de cereais de Inverno decresce pelo sétimo ano consecutivo

As sementeiras dos cereais praganosos, em particular as de cevada (o cereal de Inverno com sementeira mais tardia), foram concluídas, ao longo do mês […]

Nacional

Laboratórios que juntam ciência a empresas vão ter 70 milhões para financiamento

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior garantiu esta segunda-feira “financiamento público de mais de 70 milhões de euros” para os 26 laboratórios colaborativos (Colab) do país, […]