Após dois anos à espera do Governo, empresa desiste das obras de ampliação do Hospital de Viseu

Após dois anos à espera do Governo, empresa desiste das obras de ampliação do Hospital de Viseu

A empresa que ganhou a que foi adjudicada a obra de ampliação do Hospital de Viseu esperou tanto tempo para que o Governo autorizasse o início dos trabalhos que acabou por desistir, segundo noticia a TSF (acesso livre). Foram dois anos entre a adjudicação e a autorização para as obras começarem depois de o Ministério da Saúde ter falhado o prazo para o arranque da ampliação da urgência.

O conselho de administração do Centro Hospitalar Tondela Viseu confirmou à TSF a desistência da obra que era considerada urgente há cinco anos. Agora, o hospital está à procura de uma solução para que a obra possa avançar, o que poderá aumentar os custos para os cofres públicos.

A atual urgência do hospital recebe cerca de 400 doentes por dia, apesar de ter sido construída com capacidade para menos de metade, como explicou o presidente da Câmara de Viseu, António Almeida Henriques, à TSF. “Eu vou ao hospital e fico chocado com as condições em que as pessoas estão. As pessoas estão espalhadas pelos corredores fora, numa situação que não é humana”, disse.

O autarca acrescentou que os fundos europeus para a ampliação estão há muito disponíveis pelo que considera “natural que a empresa que há dois anos estava disponível para fazer a obra deixe de estar porque o mercado mudou”. Na opinião de Almeida Henriques, é agora necessário perceber se outras empresas que foram a concurso público há dois anos mantêm o interesse.

O artigo foi publicado originalmente em ECO - fundos comunitários.

Comente este artigo
Anterior Congresso Mundial da Vinha e do Vinho - 15 a 19 julho - Suiça
Próximo Católica no Porto propõe cozinhar pratos “verdes” com leguminosas

Artigos relacionados

Últimas

Evento digital sobre vinhos reúne pela primeira vez consumidores do Brasil e Portugal – 23 a 25 de outubro

Com o desafio de transportar a experiência de degustação do vinho para plataformas digitais devido à pandemia de covid-19, a 7.ª edição do “Vinhos de Portugal”, evento anual dirigido ao mercado […]

Nacional

Presidente da República inaugura Ovibeja e Parque de Feiras e Exposições Manuel de Castro e Brito

A 35ª Ovibeja vai ser inaugurada, no dia 27 de Abril, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que se associa também à cerimónia de atribuição do nome do Parque de Feiras e Exposições de Beja a Manuel de Castro e Brito, […]

Últimas

Rio Sorraia está intransitável devido a “manto verde” que vai demorar a desaparecer

Redes de pesca presas e um rio intransitável devido à praga de jacintos de água são as principais queixas dos pescadores que retiram sustento do rio Sorraia, […]