Apoios ao Rendimento – 26 de Fevereiro 2018 – Santiago de Cacém

Apoios ao Rendimento – 26 de Fevereiro 2018 – Santiago de Cacém

A CONFAGRI promove uma sessão de esclarecimentos relativa aos Apoios ao Rendimento dos Agricultores, no âmbito da Política Agrícola Comum (PAC) Pagamentos Diretos e Desenvolvimento Rural, no dia 26 de fevereiro, pelas 14h30, no auditório Municipal António Chainho (Santiago do Cacém) em colaboração com a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Costa Azul e da AALA- Associação de Agricultores do Litoral Alentejano.

Jorge Nunes, Presidente do Conselho de Administração da CCAM da Costa AZUL apela à participação dos agricultores de Santiago do Cacém neste colóquio informativo, realçando que  “a seca é, como todos sabemos, um problema grave para os agricultores, mas é mais grave ainda se não estiverem bem informados”.

Também a Presidente da AALA, Edite Botelho, destaca a importância deste tipo de iniciativas como forma de capacitar os profissionais deste setor, lembrando que “o conhecimento adequado das normas e obrigações ligadas ao recebimento dos apoios da PAC permite evitar irregularidades nas candidaturas e a devolução de verbas”.

Francisco Silva, Secretário-Geral da CONFAGRI, acredita na mais-valia destas sessões de esclarecimento, “os agricultores sairão desta sessão mais informados, com as suas competências reforçadas e dotados de ferramentas para melhor usufruírem destes Apoios, tão fundamentais para a manutenção da sua atividade”.

Os Apoios ao Rendimento pretendem promover o desenvolvimento da agricultura nacional, através da compensação parcial dos agricultores pelos custos adicionais e perda de rendimentos por consequências naturais inerentes ao exercício da atividade agrícola. A manutenção da paisagem e promoção de sistemas agrícolas sustentáveis, assim como o desenvolvimento económico das zonas rurais, são objetivos associados a esta sessão.

Pagamentos Diretos e Desenvolvimento Rural

Na sessão de esclarecimentos vão ser abordados temas relacionados com os pagamentos diretos: regime de pagamento base, pagamento ecológico (greening), pagamento redistributivo, assim como os apoios a jovens agricultores e apoios ligados à produção (vacas leiteiras, ovinos e caprinos e arroz e tomate).

Os técnicos da CONFAGRI vão também esclarecer sobre as questões do desenvolvimento rural, no que respeita à manutenção da atividade agrícola em zona desfavorecida e as medidas agro ambientais.

Comente este artigo
Anterior Cereais - Lista de variedades recomendadas
Próximo Concentração de agricultores e proprietários rurais lesados pelos incêndios

Artigos relacionados

Últimas

Encontro Nacional do décimo aniversário da WWOOF será no Fundão a 7 e 8 Setembro

[Fonte: Gazeta Rural]
Nos dias 7 e 8 de Setembro acontece na KEELA Yoga Farm (Mata da Rainha, Fundão) o Encontro de Aniversário da WWOOF Portugal. Do programa fazem parte workshops de construções ecológicas, agro-floresta, danças tradicionais.
O encontro está aberto a toda a comunidade WWOOF mas também a quem queira juntar-se durante estes dias para aprender mais sobre os temas dos workshops, […]

Últimas

Vantagens da Certificação da Floresta

[Fonte: 2BForest]
O que significa a certificação da floresta?
Certificar significa que a gestão praticada numa determinada área florestal se faz de acordo com um sistema de valores reconhecido internacionalmente, e que é valorizado monetariamente pela indústria.
Certificar significa que nessa área o proprietário se compromete a optar por práticas responsáveis perante os recursos naturais existentes – […]

Comunicados

Divulgação de Vídeos sobre alfarrobeira, o medronheiro e a figueira-da-índia

As culturas escolhidas para os videos foram as diversas plantas aromáticas e medicinais (PAM), a alfarrobeira, o medronheiro e a figueira-da-índia