APN: Algas a gosto: Poderão ser as algas uma presença assídua na alimentação dos portugueses?

APN: Algas a gosto: Poderão ser as algas uma presença assídua na alimentação dos portugueses?

[Fonte: APN – Associação Portuguesa de Nutrição]

A Associação Portuguesa de Nutrição (APN) lança um e-book dedicado ao contributo nutricional das algas marinhas na alimentação diária.

Prevê-se que em 2057 o consumo de proteínas alternativas seja de 33%, sendo que 11% deste consumo será proveniente das algas. Em Portugal, tem-se registado o aumento da produção de algas em resposta ao crescente consumo verificado nos últimos anos. De referir ainda que os países asiáticos continuam a ser os principais consumidores, mas a União Europeia, em 2016, passou a ocupar a segunda posição, tendo importado 180 mil toneladas de produtos de algas marinhas.

Por este motivo, e por que as algas continuam a ser um alimento desconhecido para grande maioria da população portuguesa, APN prepara-se para lançar o E-Book “Algas a gosto: Considerações nutricionais e de saúde”. O E-book reúne um conjunto de informações técnico-científicas sobre as algas (microalgas e macroalgas), disponibilizando informação credível sobre o assunto e promovendo um consumo consciente, de forma a tirar o maior proveito dos seus benefícios no dia-a-dia.

As algas são uma excelente fonte alternativa de proteína, fibra, lipídos, vitaminas e minerais. Tal como qualquer alimento, o consumo de algas deve ser ponderado e em quantidades aceitáveis.

Considerações nutricionais e de saúde, informações práticas sobre a sua utilização e cuidados a ter, bem como ideias de como as incluir ao longo do dia podem ser consultadas no E-Book da APN que foi apresentado nas jornadas: “Inovação na Utilização de Algas Marinhas”, organizadas pelo IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera

→Consulte o E-Book “Algas com gosto: Considerações nutricionais e de saúde” disponível aqui←

Comente este artigo
Anterior Nova marca Ascenza lançada em Lisboa
Próximo COMAGRi no debe defender intereses del 2% en actual PAC

Artigos relacionados

Comunicados

Bolsa Nacional de Terras – Alienação de prédios rústicos da EDIA

[Fonte: GPP]
A EDIA disponibiliza para alienação 29 prédios rústicos nas freguesias de Beringel e Trigaches, no concelho de Beja.
As propostas deverão ser apresentadas em carta fechada até às 18:00 horas no dia 6 de março de 2017.
Para mais informação consultar os documentos em anexo, […]

Sugeridas

Estruturas representativas dos agricultores e olivicultores reclamam objetividade

Desinformação prejudica a Agricultura no Alentejo e exemplos de boas práticas. […]

Notícias Fitofarmacêuticos

Impacto da proibição do uso de produtos fitofarmacêuticos, em destaque na feira nacional da agricultura, no dia 12 de Junho

A Anipla e a ECPA, respectivamente, as associações nacional e europeia da indústria para a protecção das plantas, participam este ano na 54.ª edição da Feira Nacional da Agricultura, que acontece entre os próximos dias 10 e 18 de Junho e que tem como mote os “Cereais de Portugal”. […]