António Costa vai estar dois dias em Bragança para o arranque da iniciativa “Governo mais próximo”

António Costa vai estar dois dias em Bragança para o arranque da iniciativa “Governo mais próximo”

Esta será a primeira edição de uma iniciativa que vai levar os governantes a percorrer o país ao longo da legislatura, com o objetivo de “entrar em contacto direto com cada região e a população”, e exercer uma “governação de proximidade”.

A acompanhar o primeiro-ministro, António Costa, estarão “todos os ministros, bem como alguns secretários de Estado, para visitas e reuniões de trabalho um pouco por todo o distrito”, refere uma nota enviada à comunicação social pelo gabinete do chefe do executivo.

Na quinta-feira de manhã decorrerá um Conselho de Ministros descentralizado, no Cineteatro de Bragança, “cuja agenda é maioritariamente dedicada à valorização do interior”.

“Privilegiar-se-á a auscultação e resolução dos problemas e desafios de cada região, o contacto com a população, reuniões de trabalho com os autarcas, representantes institucionais de diversas áreas, empresas, indústria, agricultura, economia social, forças de segurança, bombeiros, representantes culturais”, entre outros, indica a nota.

Na quarta-feira, António Costa começa o dia em Alfândega da Fé, para uma visita a zonas de regadio acompanhado pela ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, seguindo depois para Vila Flor onde terá um encontro com autarcas, acompanhado pela ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, pelo ministro do Planeamento, Nelson de Souza, a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e o secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, Tiago Antunes.

De tarde, o chefe de Governo visita o Instituto Politécnico de Bragança (IPB), onde terá um encontro com alunos, acompanhado pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, o ministro do Planeamento, o ministro da Ciência, da Tecnologia e do Ensino Superior, Manuel Heitor, a ministra da Coesão Territorial, e três secretários de Estado.

Após uma visita ao Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, com os ministros da Cultura, Graça Fonseca, da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o primeiro-ministro e os vários governantes jantam em Mirandela com “personalidades representativas da região”, um evento que será fechado à comunicação social, indica a agenda divulgada pelo seu gabinete.

No dia seguinte, após a reunião do Conselho de Ministros, António Costa segue para Vimioso, para o Parque Ibérico de Natureza e Aventura, com a ministra da Coesão Territorial, e os dois participam na apresentação das Estratégias de Eficiência Coletiva PROVERE na região norte, acompanhados pelo ministro da Economia.

Os vários ministros e secretários de Estado do XXII Governo Constitucional vão acompanhando o primeiro-ministro em algumas das atividades, mas também terão agenda própria.

Na agenda dos governantes estão previstas visitas ao IPB, a museus e ao Centro Ciência Viva, almoços com autarcas, a apresentação e balanço dos projetos da Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes, visitas a casas de turismo de habitação e escolas, unidades hospitalares e centros de saúde, tribunais e estabelecimentos prisionais, e ainda centros de investigação.

Durante a iniciativa, o ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, visita o núcleo de Bragança da Liga dos Combatentes e o gabinete de atendimento ao público, enquanto o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, vai ao 11.º aniversário do Comando Territorial da GNR de Bragança, enquanto a ministra da Modernização do Estado e Administração Pública estará presente na assinatura do auto de transferência da Loja de Cidadão de Freixo de Espada à Cinta.

Já os ministros do Planeamento e da Educação inauguram a Escola Secundária de Mirandela, enquanto o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, visita a futura residência de estudantes do IPB.

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior CANCELADO - Forum for the Future of Agriculture 2020 - 31 de março - Bruxelas
Próximo Estudo revela que um quinto das florestas australianas arderam devido a seca extrema

Artigos relacionados

Nacional

Seguradoras entregaram 750 milhões ao Estado num só ano

As companhias de seguros entregaram um valor de 749,3 milhões de euros ao Estado durante o ano passado. O valor foi inferior ao dos anos anteriores, […]

Últimas

Especialistas debatem importância de dietas ricas em leguminosas

Uma alimentação mais verde e mais sustentável dá o mote ao segundo encontro da Rede de Inovação de Leguminosas no Mediterrânico – […]

Formações

Agrobio promove formação e-learning sobre Modo de Produção Biológico

A Agrobio – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica abriu inscrições para o Curso “Modo de Produção Biológico” em formato e-learning, com […]