Anpromis sublinha a importância da realização do Seguro de Colheita para o Milho

Anpromis sublinha a importância da realização do Seguro de Colheita para o Milho

[Fonte: Anpromis]

Anpromis sublinha a importância da realização do Seguro de Colheita para o Milho.

As alterações climáticas são identificadas como uma das principais ameaças que o sector agrícola nacional enfrenta.

A enorme devastação que tempestade Leslie provocou no ano passado na zona Centro do país, com especial incidência na região do Mondego, está ainda na memória de todos nós produtores de milho.

Ciente do impacto que estes fenómenos extremos podem ter na competitividade económica dos nossos associados, a Direcção da
Anpromis contactou algumas das principais correctoras de seguros que existem no mercado nacional, solicitando-lhes o envio de propostas que possam cobrir os principais riscos identificados.

As propostas agora recebidas, apresentam condições bastante favoráveis, e incluem não só as coberturas gerais (geada, granizo, incêndio, queda de neve, tornado, tromba de água, etc…), como também os prejuízos provocados por javalis.

Deste modo, sugerimos que todos os produtores de milho contactem a sua Organização de Produtor e procedam à realização do Seguro de Colheitas, até ao próximo dia 15 de Abril.

Lista das Organizações de Produtores associadas da Anpromis:

AGROMAIS – Entreposto Comercial Agrícola, CRL

ALENSADO – Cooperativa Agrícola do Sado, CRL

CADOVA – Coop. Agrícola do Vale de Arraiolos, CRL

CAPPA – Coop. Agrícola Polivalente de Porto Alto, CRL

CDA – Coop. para o Desenvolvimento Agrícola

CERSUL – Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul, SA

Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches, CRL

Cooperativa Agrícola de Beringel, CRL

Cooperativa Agrícola de Coimbra, CRL

GlobAlqueva – Organização de Produtores Lda

GlobalMilho – Agrupamento de Produtores de Cereais, Lda

OPCER – Agrupamento de Produtores de Cereais, Lda

SEARALTO – Agrupamento de Produtores de Cereais, SA

Terramilho – Agrupamento de Produtores de Cereais, Lda

Lisboa, 29 de Março de 2019

Comente este artigo
Anterior Governo apoia jovens agricultores com mais cinco milhões de euros
Próximo Vem aí a Melting Gastronomy Summit para “simplificar os nossos apetites”

Artigos relacionados

Últimas

Áreas classificadas como pastagem permanente – pedido e/ou comunicação de alteração de uso

[Fonte: IFAP]
A classificação de uma área como pastagem permanente decorre dos dados declarativos do Pedido Único e é assumida sempre que uma parcela seja declarada por um agricultor candidato ao Regime de Pagamento base e essa área não se encontre em modo de produção biológico. […]

Notícias mercados

Deputados querem conceito de “pagamento justo” à produção de leite através do PT 2030

Os deputados do Grupo de Trabalho do Setor Leiteiro defendem que, no contexto do Portugal 2030, é necessário desenvolver um conceito de “pagamento justo” à produção, […]

Sugeridas

Barragens cada vez mais à mingua no Alentejo

O volume de água das barragens continua a baixar de forma preocupante no Alentejo na sequência da seca que atravessa a região, […]