ANPOC e parceiros organizam Grupo Focal para discutir os Serviços dos Ecossistemas

ANPOC e parceiros organizam Grupo Focal para discutir os Serviços dos Ecossistemas

A Associação Nacional de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais (ANPOC) organizou hoje, juntamente com o COTR, a FENAREG e o IPBeja, um Grupo Focal no âmbito do projeto BPA.Eco que tem por objetivo a identificação de Boas Práticas Agrícolas que promovam os Serviços dos Ecossistemas.

Com este Grupo Focal, que contou com a presença de mais de 50 participantes – Agricultores, membros de Associações do setor, Academia, Investigação, Instituições públicas, Organizações ambientais, entre outros –, pretendeu-se, numa primeira fase, identificar os Serviços dos Ecossistemas presentes em cinco tipos de sistemas produtivos em estudo no projeto e, numa segunda fase, sugerir medidas que potenciem outros Serviços dos Ecossistemas.

De acordo com José Pereira Palha, Presidente da ANPOC, «Numa altura em que tanto se discute e, por vezes, até se questiona o papel da agricultura na preservação do meio ambiente, o nosso objetivo é mostrar como a agricultura, para além dos alimentos, providencia e fomenta muitos outros serviços à sociedade tais como a biodiversidade, a proteção do solo, o sequestro de carbono ou mesmo o património cultural» e acrescenta: «queremos fazer mais e melhor e cabe-nos a nós, Organizações do setor, estudar, quantificar e, finalmente, promover as Boas Práticas Agrícolas que contribuam ainda mais para a defesa de um território que é o nosso maior bem, aquele que queremos transmitir às gerações futuras».

Para além da identificação de boas práticas agrícolas potenciadoras de serviços dos ecossistemas, o projeto engloba ainda uma avaliação de custos e benefícios de implementação dessas boas práticas agrícolas, a identificação de medidas públicas para a sua promoção e a divulgação e capacitação do setor agrícola.

+ Boas Práticas Agrícolas + Serviços dos Ecossistemas + Sustentabilidade

Comente este artigo
Anterior European honey producers are sounding the alarm in the face of a distressing market situation and call for an emergency action plan to be put in place.
Próximo A vez da agricultura inteligente

Artigos relacionados

Nacional

IFAP paga 41,2 milhões de euros em apoios em 31 de Julho de 2019

O IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas informa que hoje, 31 de Julho de 2019, procedeu a pagamentos num montante total de cerca de 41,2 milhões de euros, […]

Notícias florestas

Projeto na Sertã quer valorizar madeira de acácia para ser mais fácil combater a espécie

A acácia, espécie classificada como invasora, tem vindo a crescer no país. Para combater a invasão, na Sertã, pensa-se em formas de aplicação da […]

Últimas

Penamacor promove Voluntariado Jovem para a prevenção de Incêndios com o Exército Português

A Câmara Municipal de Penamacor assumiu uma parceria com o Exército Português, tendo como objetivo a execução do Programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas, […]