ANPOC e parceiros divulgam resultados do projeto BPA.Eco

ANPOC e parceiros divulgam resultados do projeto BPA.Eco

Já estão disponíveis no site os resultados do projeto BPA.EcoBoas Práticas Agrícolas promotoras dos Serviços dos Ecossistemas. Este projeto, conduzido pela Associação Nacional de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais (ANPOC) em parceria com o COTR, a FENAREG e o IPBeja e com o apoio da Consulai e da RRN, visou o estudo de 5 tipos de sistemas produtivos para identificação dos serviços dos ecossistemas e de boas práticas agrícolas; avaliação dos custos e benefícios da sua implementação; e, finalmente, a identificação de medidas de políticas públicas para a promoção dessas mesmas boas práticas agrícolas.

Para o estudo foram escolhidas 5 explorações diferentes de modo a criar um gradiente de intensificação. Estas explorações foram minuciosamente caracterizadas, tendo sido posteriormente estabelecidos dois cenários para comparação e determinação de impactos: o cenário base dito “ponto de partida” e o cenário das “boas práticas”, resultante da simulação da introdução de novas estruturas de foco ecológico. O projeto incluiu também uma análise metodológica. Foram assim estudados dois softwares de modelação de dados, tendo sido finalmente adotada a ferramenta EFA Calculator para quantificação dos serviços dos ecossistemas e biodiversidade.

Todos estes dados: conceitos, identificação e caracterização de estruturas de foco ecológico, caracterização das explorações e metodologias, e quantificação dos serviços dos ecossistemas e seus impactos, bem como registos de todas as atividades do projeto, incluindo um grupo focal e dois dias de campo, encontram-se agora disponíveis no site do projeto. A não perder, também, o filme ilustrativo das melhores práticas agrícolas em uso nas diferentes explorações estudadas.

De um modo geral, concluiu-se que a instalação de estruturas de foco ecológico, mesmo as de mais simples implementação, têm impactos muito positivos nos ecossistemas e na biodiversidade, sendo estes tendencialmente mais importantes quanto maior o nível de intensificação da exploração.

Comente este artigo
Anterior Exportação de vinhos portugueses sobe 13% até agosto para 581 ME - ViniPortugal
Próximo Madeira: CDS diz que aposta na agricultura biológica vai continuar após reunir com Secretário da Agricultura

Artigos relacionados

Últimas

Maria do Céu Antunes: Agricultura “não corre risco” de ter falta de água no verão

Em entrevista ao Negócios e à Antena 1, Maria do Céu Antunes afirma que as reservas de água que existem vão ser suficientes para garantir a atividade agrícola durante o verão. […]

Comunicados

“The future of agriculture and food” deserves better

PRESS RELEASE
29 November, 2017
“The future of agriculture and food” deserves better than a technocratic discussion about a proposal to renationalize. […]

Últimas

Mais de 85% da produção agrícola angolana é feita por famílias

O Governo angolano indicou esta quarta-feira que mais de 85% da produção agrícola do país ainda é feita pelas famílias, referindo que o setor, […]