Ameaça da Xylella fastidiosa domina Encontro com Cooperativas Olivícolas

Ameaça da Xylella fastidiosa domina Encontro com Cooperativas Olivícolas

A Fenazeites – Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Olivicultores, associada da CONFAGRI, realiza no próximo dia 15 de fevereiro, um encontro com as Cooperativas Olivícolas em Trás-os-Montes para discutir o futuro perante a ameaça da Xylella fastidiosa e as alterações no regime contributivo dos trabalhadores independentes

O Encontro, que conta com o apoio da Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros, terá lugar pelas 10h00, no Centro Cultura de Macedo de Cavaleiros,  e tem como objetivo identificar alguns dos problemas mais urgentes do setor olivícola e fazer um levantamento de propostas a apresentar ao Governo.

Representando 11% da produção nacional, o azeite de Trás-os-Montes tem um peso económico bastante significativo na região. A qualidade destes azeites é mundialmente reconhecida, as suas características fazem dele um produto único, e os inúmeros prémios conquistados têm aumentado o seu prestígio, sobretudo no mercado internacional. Este produto pode contribuir para aumentar as exportações do país, desde que se consiga manter a dinâmica no setor e o empenho dos produtores.

Assim, o debate contará com a presença de vários profissionais relevantes para este setor e, em particular, neste tema: o Presidente da Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros, Luís Rodrigues; a Secretária-Geral Adjunta da CONFAGRI, Aldina Fernandes; a Sub-Diretora Geral da DGAV, Paula Cruz de Carvalho; o Coordenador Financeiro da CONFAGRI, Albino Alves, a Secretária-Geral da Fenazeites, Patrícia Falcão Duarte; o Presidente da Cooperativa Agrícola dos Olivicultores de Murça, Francisco Vilela e o Presidente do Conselho Fiscal da Cooperativa dos Olivicultores de Valpaços, Fernando Mourão Vieira. A sessão de encerramento será da responsabilidade do Presidente da Fenazeites, Aníbal Martins.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior A produção de avestruzes
Próximo Conversas de Agricultura - 26 de fevereiro - Castelo Branco

Artigos relacionados

Dossiers

Janeiro de 2020. Gado abatido: menor volume de abate de suínos e equídeos

O peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo em Janeiro de 2020 foi 39.825 toneladas, o que correspondeu a um decréscimo de 2,4% (+6,7% em Dezembro), […]

Nacional

Crédito Agrícola lança seguro de colheitas para bananicultores da Madeira

O Grupo Crédito Agrícola e a Empresa Pública de Gestão do Setor da Banana (GESBA) estabeleceram um protocolo que se irá […]

Opinião

Recuperar a agronomia para conservar a agricultura – Tomás Roquette Tenreiro

Muito provavelmente não direi aqui nada que muitos não se tenham já apercebido. As causas deste paradigma são já uma realidade para muitos […]