Amanhã arranca a campanha de ervilha – Dardico continua a produzir alimentos para a europa

Amanhã arranca a campanha de ervilha – Dardico continua a produzir alimentos para a europa

Apesar de todos os constrangimentos decorrentes do estado de emergência e da pandemia mundial do COVID-19, a DARDICO tem mantido a sua atividade e tem continuado a exportar mais de 80% da sua produção para a Europa.

“Numa época repleta de notícias menos positivas, temos muito orgulho em poder continuar a produzir e a exportar. Sentimos que temos a responsabilidade de continuar a produzir alimentos e de abastecer as necessidades dos cidadãos. Os nossos produtores, a quem mais uma vez agradeço profundamente, têm mantido um trabalho de excelência no campo, o que nos permite oferecer um produto de elevada qualidade.”, afirma Paulo Pimentel, administrador da DARDICO.

Amanhã, dia 6 de abril, irá arrancar a campanha de ervilha, que envolve a colheita de mais de 850 ha no campo para posterior processamento nas nossas instalações.

Portugal é o primeiro país que irá oferecer ervilha ao mercado. Apesar de ser sempre assim, oatual cenário pandémico dá ainda uma maior relevância à importância estratégica do nosso país no panorama alimentar europeu.

Comente este artigo
Anterior “Impasse” en la PAC, presupuesto y Brexit: La nevera es la prioridad en la UE ante los efectos de la pandemia
Próximo Diversificação na distribuição permite a produtores barrosões evitar crise

Artigos relacionados

Nacional

Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo

As sementeiras de milho iniciaram-se em meados de Abril e estão praticamente concluídas, revela hoje, 19 de Julho, o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019, […]

Últimas

Odemira recebe 4ª edição do Fórum Social

A 4ª edição do Fórum Social, que tem como tema central “Inovação e Impacto Social”, vai realizar-se em Odemira entre 10 e 12 de Maio. […]

Últimas

FPAS e Faculdade de Medicina Veterinária contra a Peste Suína Africana

A Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) e a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa acabam de assinar um protocolo de colaboração, […]