Alterações Climáticas e Viticultura trazem especialistas europeus à UTAD

Alterações Climáticas e Viticultura trazem especialistas europeus à UTAD

As alterações climáticas e a viticultura na Europa vão estar em discussão na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). Trata-se da conferência Clim4Vitis – Climate change impact mitigation – que terá lugar de 18 a 20 de fevereiro, e vai receber diferentes  especialistas europeus nesta matéria.

O Clim4Vitis é um projeto H2020 Twinning na área da viticultura e alterações climáticas e pretende consolidar parcerias internacionais e disseminar informação relativa a estas temáticas junto dos stakeholders nacionais na área da vitivinicultura.

Este projeto é coordenado pela UTAD, em consórcio com o Potsdam Institut fuer Klimafolgenforschung (PIK); a Universita degli studi di Firenze (UNIFI); o Luxembourg Institute of Science and Technology (LIST); e a Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI), e o objetivo é juntar o know-how destas instituições lideres europeias e promover a transferência de conhecimento, assim como medir e avaliar os impactos das alterações climáticas na viticultura europeia.

Durante três dias os interessados poderão ter contato com especialistas de referência na viticultura e alterações climáticas, destacando-se a conferência do dia 19 à tarde que terá como oradores José Roquete da Esporão, Hans Schultz da Geisenheim University – Alemanha; Benjamim Bois da Universidade de Burgundy – França; Inaki Cortazar do INRA – França; e João Santos da UTAD.

Esta conferência inclui um workshop no dia 18 que visa fornecer uma visão geral de diferentes abordagens de última geração de modelação de videira e abordará a fenologia, o crescimento, pragas e doenças da videira sob diferentes condições ambientais; e no dia 20 um curso de formação avançado dedicado às alterações climáticas e à viticultura, que irá fornecer informação sobre as melhores práticas com valor agregado ao setor.

Esta conferência é organizada pelo CITAB/UTAD, tem entrada livre e gratuita, sujeita a inscrição, e dirige-se a estudantes, investigadores, produtores, empresas e demais interessados nestas temáticas.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Nota de esclarecimento da DGAV sobre a Xylella fastidiosa
Próximo Manual de Boas Práticas na produção de Insetos disponível em inglês

Artigos relacionados

Últimas

10º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja com mais países representados

A organização do 10º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja recebeu este ano 138 amostras provenientes de cerca de uma dúzia de países […]

Notícias mercados

“Antes da pandemia, Portugal era o 9º país a nível mundial que mais vinhos exportava e não queremos perder essa marca”, diz Ministra da Agricultura

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, falou à Rádio Campanário, à margem da inauguração do Parque Fluvial dos Cinco Reis, […]