Águeda inundada devido a descargas “brutais” de barragem. “Não vai ser fácil”

Águeda inundada devido a descargas “brutais” de barragem. “Não vai ser fácil”

A baixa da cidade de Águeda, no distrito de Aveiro, encontra-se inundada devido às descargas “brutais” da Barragem de Ribeiradio, no concelho vizinho de Sever do Vouga, disse quinta-feira à noite fonte da autarquia.

“Neste momento, as fossas pluviais já não estão a dar vazão e a baixa está inundada. O rio está com cotas muito altas e já não temos capacidade de encaixe, porque a barragem de Ribeiradio está a libertar 1000 metros cúbicos por segundo”, disse o presidente da Câmara de Águeda, Jorge Almeida.

O autarca diz que a subida súbita da água tem a ver com as descargas “brutais” que a Barragam de Ribeiradio está a fazer. “A Estrada Nacional EN16, entre Carvoeiro e Pessegueiro do Vouga, está encerrada e não há memória que isso tenha acontecido. O caudal do Rio Vouga, neste momento, é qualquer coisa de extraordinário”, disse.

Pelas 23h20, Jorge Almeida dava conta da existência de algumas ruas da baixa da cidade inundadas e várias casas com cerca de “30 ou 40 centímetros de água à beira da porta”, mas admitia que essa altura iria aumentar. “A situação não vai ser fácil. Isto ainda não acabou. Não faço ideia do que é que vai acontecer a seguir. Neste momento, tenho as fossas pluviais a drenarem para dentro da rua e sem capacidade de escoamento”, observou Jorge Almeida.

O autarca, que tem a seu cargo o pelouro da Proteção Civil, deu ainda conta da existência de muitos pedidos de auxílio por inundações de caves, além de derrocadas de taludes e quedas de árvores. “Estamos a acorrer a tudo e esperamos dar conta do recado”, disse, adiantando que têm muitos meios no terreno, nomeadamente Bombeiros, GNR e Serviço Municipal de Proteção Civil.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior Nuno Russo: Organizações de Produtores são elemento estruturante da melhoria da posição dos agricultores na cadeia alimentar
Próximo “Esta nova informação genómica representa uma informação muito valiosa”

Artigos relacionados

Últimas

Seminário: Brexit – Oportunidades e Desafios para o Setor Agrícola – 29 de outubro – Lisboa

Para esclarecer as empresas do setor agrícola sobre o BREXIT, a Confederação dos Agricultores de Portugal […]

Últimas

Governo dos Açores prepara plano estratégico para os laticínios

O Governo Regional dos Açores está a preparar um plano estratégico para os laticínios, focado sobretudo na indústria, com o objetivo de valorizar os produtos lácteos açorianos. […]

Sugeridas

Portugal cai de 2.º para 4.º lugar entre países que mais fundos receberam de Bruxelas

Portugal 7.957 milhões de euros desde o início do atual quadro comunitário e até março, mas caiu do segundo para o quarto lugar entre os países que mais receberam. […]