Agricultura espanhola em risco devido à qualidade de água de aquíferos

Agricultura espanhola em risco devido à qualidade de água de aquíferos

Os aquíferos da zona de Almeria estão a ficar salinizados comprometendo o regadio de uma das maiores zonas de produção hortofrutícola da Europa.

A notícia é da EuroNews que conta a história de Manuel Garcia Quero, agricultor no sudeste da Espanha, uma região com fraquíssimos níveis de pluviosidade e que depende das reservas subterrâneas.

Durante décadas, os aquíferos eram a solução para o problema da falta de chuva mas deixaram de funcionar devido à qualidade da água, uma vez que começaram a ser invadidos pelo oceano, situação que se verifica em mais da metade do abastecimento de água subterrânea costeira em Espanha.  “Durante todo este tempo vivemos, praticamente, com o aquífero inferior, até que os dois extremos do aquífero por onde o mar começa a entrar deixaram de funcionar por causa da qualidade da água. O aquífero não resiste”, avança o agricultor, citado pela Euronews.

“A água subterrânea do chamado pomar da Europa está cada vez mais salina. Se a água do mar continuar a penetrar isso pode arruinar a maioria destas culturas e comprometerá 40% do abastecimento de fruta e vegetais frescos no inverno para os mercados da Europa”, explica o artigo da Euronews.

Segundo os especialistas, as alterações climáticas estão a causar a expansão dos oceanos: “A água subterrânea alimenta-se, fundamentalmente, da infiltração da água da chuva. Estamos a perder recursos, por um lado pela falta de chuva, por outro pelo avanço da água do mar”, afirmou Juan de Dios, hidrólogo do Instituto Geológico e Mineiro de Espanha.

Os agricultores de El Ejido [município espanhol na província de Almería] já estão a utilizar uma misturar de água subterrânea com água dessalinizada e águas residuais urbanas purificadas. O objetivo é reduzir a salinidade e conseguir utilizar a água para a rega na agricultura e reabastecer o aquífero.

A ONU prevê que o nível das águas do mar aumente até um metro nos próximos 80 anos.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Oferta de emprego - Engenheiro Zootécnico ou Agrónomo - Benavente
Próximo Deputados portugueses admitem consenso sobre uma nova lei do clima

Artigos relacionados

Nacional

DGADR lança Guia de Apoio aos Instrumentos de Estruturação Fundiária

A DGADR — Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural acaba de publicar o Guia de Apoio aos Instrumentos de Estruturação Fundiária. […]

Últimas

Agri-food trade strong and stable in the first months of 2020

Despite the challenges of the COVID-19 outbreak in the opening months of 2020, the EU’s agri-food trade remained strong. The value of agri-food exports from the EU totaled €46.8 billion between January and March (a jump of 6.2% compared to the first quarter of 2019), […]

Dossiers

CAP congratula-se com prolongamento da totalidade das medidas agroambientais em 2020

A ministra da Agricultura acaba de anunciar o prolongamento da “totalidade das Medidas Agroambientais em 2020 e assim permitir uma […]