Agricultura de Precisão com Imagens de Satélite e Sensores Inteligentes – 2 de Julho 2018 – Coimbra

Agricultura de Precisão com Imagens de Satélite e Sensores Inteligentes – 2 de Julho 2018 – Coimbra

No dia 2 de julho, terça-feira, a partir das 10 horas, o Instituto Pedro Nunes (IPN) promove, no Auditório do Edifício D, o workshop “Agricultura de Precisão com Imagens de Satélite e Sensores Inteligentes” no âmbito do programa europeu INNOACE. A formação, que se destina preferencialmente a produtores, empresários e alunos universitários, tem ainda interesse para agentes com responsabilidades na área da monitorização ambiental e organizações públicas com responsabilidades na monitorização e fiscalização da ocupação do solo (agricultura, água, extração de inertes, etc…). A inscrição na iniciativa é gratuita, sujeita ao número de lugares disponíveis, e pode ser feita aqui.

O programa da sessão está dividido em dois momentos, com a manhã consagrada à exposição de conceitos, nomeadamente de deteção remota, tecnologia de monitorização local baseada em redes de sensores sem fios, e apresentação de soluções tecnológicas complementares. Especificamente destinada a produtores e empresários, a tarde terá uma dimensão prática, explorando como poderão ser utilizadas as imagens de satélite no âmbito das suas atividades e do INNOACE.

O workshop “Agricultura de Precisão com Imagens de Satélite e Sensores Inteligentes” é uma organização do Instituto Pedro Nunes, Universidade de Évora, Instituto Politécnico de Beja, Centro de Investigaciones Científicas y Tecnológicas de Extremadura e Institución Ferial de Extremadura.

INNOACE é um projeto europeu que tem como objetivo geral fortalecer o tecido empresarial, criando sinergias entre empresas e centros de I+D+i, que permitam levar a cabo ações de transferência e validação precoce de produtos e serviços mediante processos de inovação aberta, bem como fomentar o processo de descoberta do empreendedor nas áreas chave da especialização inteligente da região EUROACE (agrupamento integrado das regiões Alentejo, Centro de Portugal e a Comunidade Autónoma da Extremadura em Espanha).

O INNOACE tem como objetivos incrementar as competências e conhecimento tecnológico das atividades agrícolas, ambientais e da administração pública local, tendo como suporte as imagens de satélite, nomeadamente as imagens obtidas pelos satélites da Agência Espacial Europeia (ESA), programa Copernicus combinadas com sensores locais.

Programa

10.00 h – Conceitos fundamentais de Deteção Remota

10.30 h – Tecnologia de monitorização local baseada em redes de sensores sem fios

10.45 h – Aplicações práticas em agricultura, floresta, ambiente e administração publica local

11.15 h – Coffee break

11.30 h – Apresentação de soluções tecnológicas complementares

12.30 h – Pausa para almoço

WORKSHOP IIB (PRÁTICA): (produtores e empresários)

14.30 h – Criação de pilotos no âmbito do projeto INNOACE. Como é que a administração pública, os produtores e empresários poderão experimentar utilizar as imagens de satélite no âmbito das suas atividades e no âmbito do projeto INNOACE

15.00 h – Delimitação das zonas de interesse a estudar para todos os interessados presentes

17.00 h – Encerramento dos trabalhos

Comente este artigo
Anterior GP PCP: pergunta ao Governo sobre a plena utilização das potencialidades do Aproveitamento Hidroagrícola do Alvor (Algarve)
Próximo Incêndios Florestais - Um certo “rescaldo” a fazer…

Artigos relacionados

Cotações ES

La almendra Comuna ha subido más de un 10% en lo va de año

[Fonte: Agropopular – Cotações]

Los precios en almendra tampoco han variado esta semana en todas las lonjas a excepción de Mercamurcia donde se anotaron oscilaciones tanto al alza como a la baja de un céntimo en algunas variedades y repeticiones en Largueta, […]

Dossiers

Oferta de Emprego – Engenheiro Agrónomo (M/F) – Lisboa

A Regaoeste, Lda. empresa Distribuidora de Adubos e Produtos Fitofármacos  está a recrutar um engenheiro Agrónomo.

Cotações PT

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 11 a 17 Março 2019

[Fonte: Agricultura e Mar – Cotações]
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Milho grão forrageiro
Em Portugal, na campanha 2018-2019, a área semeada com milho de regadio aumentou cerca de 5%, relativamente à campanha anterior. O volume de produção de milho de regadio estimado para esta campanha é […]