Agricultores apresentam hoje documento “reivindicador” para recuperação económica

Agricultores apresentam hoje documento “reivindicador” para recuperação económica

Os agricultores vão apresentar hoje um documento “reivindicador” que elenca um conjunto de medidas para modernizar o setor e recuperar a economia com a ajuda dos fundos europeus, abordando áreas como a tecnologia, energia, água e os solos.

“É um documento um pouco diferente do habitual, não é reivindicativo, mas reivindicador. É apresentando no âmbito da estratégia que o Governo pretende implementar para abarcar a ajuda financeira que vai receber da União Europeia”, afirmou o presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), em declarações à Lusa.

Segundo Eduardo Oliveira e Sousa, em causa estão um conjunto de perto de 10 medidas que pretendem “modernizar a agricultura e enquadrar essa dinamização na economia”, abrangendo áreas como a energia, água, solo, florestas ou tecnologia.

O documento “Ambição Agro 2020-30” conta ainda com o contributo de vários especialistas em áreas como a indústria, finanças e ambiente, que vão analisar se as medidas “estão enquadradas na estratégia que o Governo vai montar”.

Eduardo Oliveira e Sousa avançou ainda que as propostas são transversais a todos os subsetores da agricultura, ou seja, podem ser aplicadas, por exemplo, na pecuária, floresta ou nas culturas de frutas e hortícolas e “dá ênfase à necessidade de introduzir valor acrescentado através da transformação da indústria conexa ao setor agrícola”.

Além das linhas orientadoras, a proposta da CAP vai indicar os instrumentos financeiros que devem ser dirigidos a cada uma das áreas abordadas.

“Não fazemos quantificação […], mas damos pistas não vinculativas ou exaustivas. São contributos que, na perspetiva da CAP, têm uma porta por onde podem ser encaminhados”, acrescentou Eduardo Oliveira e Sousa, escusando-se a revelar medidas concretas até à apresentação oficial do contributo dos agricultores.

Este responsável notou ainda “que o calendário já está apertado”, uma vez que o executivo vai ter que apresentar a Bruxelas, até meados de outubro, um primeiro esquema da utilização das ajudas que vai receber.

O presidente da CAP mostrou-se ainda confiante na adoção, por parte do Governo, das propostas apresentadas pelos agricultores.

“Eu tenho essa esperança, não só pelo que tenho ouvido no âmbito das análises produzidas ao documento [Plano de Recuperação Económica] de Costa Silva, como pelo facto de o Estado ter enaltecido o papel dos agricultores na luta contra a pandemia de covid-19”, sublinhou.

A cerimónia de apresentação da “Ambição Agro 2020-30”, que decorre hoje, em Lisboa, vai contar com a presença, por videoconferência, do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

No evento deverão ainda estar presentes a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, o secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Torres, a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, e o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Nuno Russo.

A organização conta ainda com a presença de António Costa Silva no lançamento oficial destas medidas.

A Visão Estratégica para o Plano de Recuperação Económica de Portugal 2020/2030 surgiu na sequência de um convite feito em maio pelo primeiro-ministro a António Costa Silva, para que delineasse um programa de médio prazo, de forma a responder de forma estruturada à crise financeira, económica e social provocada pela pandemia da covid-19.

Trata-se de uma proposta programática de médio e longo prazo, dividida em “10 eixos estratégicos: Rede de Infraestruturas indispensáveis; qualificação da população, a aceleração da transição digital, as infraestruturas digitais, a Ciência e Tecnologia; Saúde e o futuro; Estado Social; Reindustrialização do país; Reconversão industrial; Transição energética e eletrificação da economia; Coesão do território, Agricultura e Floresta; Novo paradigma para as cidades e a mobilidade; e Cultura, Serviços, Turismo e Comércio.

→ Inscrição ←

Apresentação: AMBIÇÃO AGRO 2020-30 – Um contributo para a recuperação da Actividade Económica Nacional – 24 de setembro

CAP lança plano para acelerar recuperação económica e impulsionar o setor agroflorestal e o interior do país

Comente este artigo
Anterior A água é um fator de importância estratégica para o futuro da Agricultura em Portugal
Próximo Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 14 a 20 Setembro 2020

Artigos relacionados

Nacional

Jungheinrich nomeada para três IFOY Awards 2019

A Jungheinrich foi nomeada para um total de três prémios nos IFOY Awards de 2019, atribuído anualmente às melhores soluções logísticas a nível mundial. […]

Nacional

Socorro, estamos sem água. Socorro, a culpa é nossa

Um pico de tensão, a electricidade foi-se, logo a bomba de calor e, como consequência, adeus à água quente e aos 22 graus de temperatura, […]

Nacional

MechSmart Forages é o projeto de ‘I&D que marca’

Mecanização da produção de forragens sob o trinómio Agronomia – Ambiente – Energia é o propósito do projeto MechSmart Forages, que venceu o prémio ‘I&D que marca’. […]