Adrepes tem 100 macieiras camoesa de Sesimbra para dar. Candidate-se

A Adrepes – Associação de Desenvolvimento Regional da Península de Setúbal, no âmbito de um projecto vencedor do Orçamento Participativo Portugal (OPP) 2017, lança a atribuição de um Prémio de 100 macieiras da variedade Camoesa ou Férrea Azóia-Sesimbra.

Este prémio destina-se aos agricultores que exerçam actividade agrícola e que pretendam apostar na produção e transformação desta variedade de maçã tradicional da Região de Lisboa e Vale do Tejo.

As candidaturas podem ser feitas até dia 16 de Outubro de 2019. Os resultados serão publicados no portal electrónico da Adrepes até 21 de Outubro de 2019, sendo notificado apenas o vencedor.

A iniciativa enquadra-se no projecto OPP 2017, respeitante à “Transformação de variedades de maçãs tradicionais da Região de Lisboa e Vale do Tejo ” sendo a entidade gestora a Direcção Regional de Lisboa e Vale do Tejo.

Objectivo

O seu principal objectivo é promover e potenciar as 3 variedades regionais específicas de maçã da Região de Lisboa e Vale do Tejo — a Camoesa de Sesimbra, a Reineta de Sintra e a Riscadinha de Palmela — junto dos pequenos produtores e dos consumidores, para que esta produção em pequena escala, de âmbito familiar, possa desenvolver actividades complementares associadas à transformação destas variedades, acrescentando valor ao sector agrícola e criando novas fontes de rendimento aos pequenos produtores e empresários.

Beneficiários

Podem ser beneficiários deste Prémio pessoas singulares e/ou colectivas que se dediquem à actividade agrícola; pessoas singulares e/ou colectivas que se dediquem a actividades de transformação da variedade de maçã Camoesa ou Férrea Azóia-Sesimbra.

Quanto aos requisitos e critérios de pontuação, são os seguintes:

  • Plantação das macieiras na área geográfica do concelho de Sesimbra – 50 pontos
  • Beneficiário com projecto de transformação da variedade maça Camoesa – 20 pontos
  • 1.ª Instalação de pomares de maçã camoesa (Nova plantação) – 15 pontos
  • Modo de produção biológico – 10 pontos
  • Agricultor com idade até 40 anos – 5 pontos

As candidaturas serão hierarquizadas por ordem decrescente da pontuação obtida e o prémio distribuído da seguinte forma:

1.º lugar – 50 Macieiras

2.º lugar – 30 Macieiras

3.º lugar – 20 Macieiras

Em caso de empate o prémio será atribuído por ordem de recepção da candidatura (data e hora).

Candidaturas

Pode formalizar a candidatura através do preenchimento do formulário disponível aqui e envio para o endereço electrónico [email protected] até dia 16 de Outubro de 2019.

Para mais informações contactar a Adrepes através do telefone 212 337 930.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Bombeiros dominam fogo em Odemira
Próximo We need phosphorus to fertilize crops and feed the world—can we mine it sustainably?

Artigos relacionados

Nacional

Mais áreas protegidas vão ter gestão liderada pelas autarquias em setembro

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, anunciou esta sexta-feira que em setembro deverão ser celebrados os contratos de cogestão das áreas protegidas das Berlengas, […]

Nacional

Governo dos Açores abre aviso para cessação de atividade agrícola e instalação de jovens agricultores

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, afirmou hoje que será aberto um aviso específico destinado aos jovens que se queiram instalar pela primeira vez na Agricultura nos […]

Dossiers

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 9 a 15 de Abril 2018

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Ovinos
A cotação média nacional dos borregos de <12 Kg sofreu um novo decréscimo em relação à […]