ACOS implementa o serviço de Comercialização Internacional de Ovinos – 20 de Setembro 2017 – Beja

ACOS implementa o serviço de Comercialização Internacional de Ovinos – 20 de Setembro 2017 – Beja

Ganhar escala, garantir a segurança comercial e a continuidade da ovinicultura, bem como contribuir para as exportações, são os principais objetivos deste serviço, com apresentação marcada para 20 de Setembro.

A ACOS criou recentemente o Serviço de Comercialização de Ovinos, cuja apresentação formal decorrerá no dia 20 de Setembro, pelas 11:30 horas, nas instalações da ACOS, em Beja.

O novo serviço é desenvolvido em parceria com a OVIPOR – uma Cooperativa espanhola do setor agropecuário, inserida num grupo mais alargado de cooperativas da região extremenha e andaluza, o EA Group, entidade com quem a ACOS já mantém, no setor da lã, uma parceria há 4 anos.

 

Esta plataforma comercial tem como objetivo organizar e desenvolver a ovinicultura do sudoeste peninsular, promovendo a evolução técnica e sanitária das explorações em perfeita harmonia com o meio onde se inserem e estabelecer preços à produção de forma objectiva com base nas cotações definidas semanalmente em bolsa.

Este Serviço Comercial de Ovinos pressupõe o cumprimento de um conjunto de normas estabelecidas com base nas necessidades dos produtores e nas exigências de mercado, visando garantir uma maior competitividade e segurança no escoamento dos animais.

De acordo com a Direção da ACOS, “o sucesso desta plataforma comercial só poderá ser alcançado através de uma atuação consertada entre os produtores e de um elevado sentido de compromisso para com este projeto conjunto. Só assim será possível elevar o patamar de qualidade da nossa produção e ganhar poder negocial. Além do cumprimento das exigentes normas sanitárias, o processo implica algumas melhorias técnicas na produção dos animais de forma a alcançar um padrão de qualidade e homogeneidade da carne de borrego”.

“Acrescentar valor, reduzir custos de produção, aumentar a qualidade, garantir a segurança alimentar dos consumidores e promover o consumo desta carne de qualidade superior, com características únicas, que é a de borrego, são algumas das metas, cujo objetivo último é permitir a viabilidade económica das explorações de ovinos e a sua permanência nos territórios em que estão inseridas, onde tão importante papel social, ambiental e económico desempenham”.

Esta parceria decorre de uma relação madura entre a ACOS e a OVIPOR, organizações de produtores que atuam em zonas consideradas ‘periféricas’ no contexto europeu, que partilham de uma situação geográfica com características muito semelhantes, onde se pratica a criação de gado em extensivo e, por conseguinte, enfrentam também os mesmos desafios e interesses de mercado.

O Protocolo de colaboração entre estas organizações terá um período experimental de um ano, após o qual será avaliado e, se necessário, melhorado.

A ACOS tem como objetivos a médio prazo a criação de uma unidade de concentração e acabamento de borregos em território nacional e alargar o projeto à comercialização de outras espécies animais, nomeadamente a caprinos, bovinos e suínos.

Este projeto vai ao encontro das diretrizes europeias resultantes do ‘Fórum da Carne de Ovino da União Europeia’, no que respeita à produção e comercialização do setor ovino. Entre outras medidas, encoraja-se a criação de denominações que cubram várias regiões com características semelhantes, como forma de contribuir para a resolução dos problemas sociais, ambientais e económicos das zonas periféricas.

Comente este artigo
Anterior Jornada de Transferência do Conhecimento Científico e Tecnológico - 29 de Setembro de 2017 - Santarém
Próximo Vinhos Herdade dos Grous distinguidos por Robert Parker

Artigos relacionados

Sugeridas

Pagamentos Junho 2017

No dia 30 de junho de 2017, conforme procedimento habitual, o IFAP irá proceder a pagamentos* num montante total de cerca de 75,1 milhões de euros, destacando-se os seguintes:

Últimas

Nervir com produtores Soul Wines em Moscovo

O Douro esteve em Moscovo com os produtores Soul Wines para promover os vinhos do Douro e Porto no mercado russo. […]

Dossiers

El precio de la patata está un 42% más barato que el año pasado


El mercado de la patata está en calma desde hace varias semanas por la escasa actividad comercial, con un descenso en el mercado interior que ha incidido directamente en los precios, […]